O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Portugal destaca-se como “o quinto país do mundo que tem mais assaltos”?

Sociedade
O que está em causa?
Está a ser partilhada nas redes sociais a imagem de um mapa com dados sobre a taxa de roubos ou assaltos (por cada 100 mil habitantes) em cada país da Europa, a partir do qual se conclui que Portugal é "o quinto país do mundo que tem mais assaltos". Verdadeiro ou falso?

“Depois de sair de terceiro mais seguro do mundo para sexto, depois de o passaporte português sair do ‘top 5’, finalmente um ranking novo com ajuda dos imigrantes! Somos o quinto país do mundo que tem mais assaltos! Parabéns António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa”, salienta-se num post de 10 de abril no Facebook, indicado ao Polígrafo para verificação de factos.

A publicação exibe a imagem de um mapa com dados sobre a taxa de roubos ou assaltos (por cada 100 mil habitantes) em cada país da Europa. Nesse mapa, as taxas mais elevadas registam-se na Bélgica (140 assaltos por cada 100 mil habitantes), Espanha (140), Inglaterra (132), País de Gales (132) e Portugal (106).

“Assaltos por 100 mil habitantes por ano na Europa. Portugal é o quinto país com mais assaltos por ano, atrás apenas da Bélgica, Espanha, Inglaterra e País de Gales”, realça-se num texto acoplado ao mapa. “Isto do país cujo nosso primeiro-ministro ‘indiano’ como também o [Eduardo] Cabrita gostam de anunciar como o ‘quarto país mais seguro do mundo”.

O mapa em causa tem origem na página “Landgeist” e baseia-se em dados do Eurostat, serviço de estatística da União Europeia, referentes ao ano de 2019.

Os dados estão corretos, mas limitam-se aos países da Europa, não aos de todo o mundo. Pelo que não tem fundamento a alegação de que Portugal é “o quinto país do mundo que tem mais assaltos”.

José Luís Carneiro esteve hoje na Assembleia da República para responder às questões do Chega sobre segurança e imigração, mas logo na primeira intervenção acusou o deputado André Ventura de oportunismo político. Isto porque, em 2013, quando Ventura dizia que Portugal era seguro, o país registava "mais crimes" do que atualmente. Confirma-se?

Seria, sim, o quinto país da Europa com a mais elevada taxa de assaltos (por cada 100 mil habitantes) em 2019.

Por outro lado, o Eurostat já divulgou novos dados referentes ao ano de 2020.

A Bélgica e a Espanha permaneceram no topo da tabela, com as maiores taxas de assaltos (por cada 100 mil habitantes) registadas nesse primeiro ano da pandemia de Covid-19. A saber, 102,2 e 95,6 respetivamente

Seguiram-se Portugal com 87,2, a Suécia com 85,3 e o Luxemburgo com 75,4. A média na União Europeia foi de 40,8 assaltos, menos de metade da taxa de assaltos verificada em Portugal.

Entre 2019 e 2020, o número de assaltos registados pela polícia na União Europeia baixou em 19%, para cerca de 182.300 no total. O número de assaltos tem vindo a diminuir desde 2016 e essa tendência acentuou-se em 2020, ao que não serão alheias as medidas restritivas aplicadas no âmbito da pandemia.

Apesar de ter subido da quinta para a terceira posição da tabela, o facto é que a taxa de assaltos em Portugal baixou entre 2019 e 2020, de 106 para 87 ocorrências por cada 100 mil habitantes.

E voltamos a sublinhar, estes dados limitam-se à Europa, não a todo o mundo.

_________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes