"A população empregada em Portugal atingiu, no segundo trimestre deste ano, o valor mais elevado desde 2011. Os números, revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), evidenciam uma clara capacidade do país na criação de emprego, o que, para o ministro Pedro Siza Vieira, traduz 'um sinal de vitalidade da economia'", lê-se no post de 13 de agosto, publicado na página oficial do Partido Socialista (PS) na rede social Facebook.

Remete para um artigo do "Ação Socialista", jornal oficial do partido, que cita o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira: "'A população empregada em Portugal neste período é o máximo histórico e ultrapassou mesmo os valores do segundo trimestre de 2019', salientou o ministro da Economia, dando conta de que 'neste momento, há 4,810 milhões pessoas a trabalhar em Portugal. São mais 128 mil pessoas do que no trimestre anterior', salientou, acrescentando que são números 'impressionantes'".

No mais recente boletim de Estatísticas do Emprego do INE, publicado no dia 11 de agosto de 2021, indica-se que "a população empregada foi estimada em 4 810,5 mil pessoas e aumentou 2,8% (128,9 mil) em relação ao trimestre anterior, à semelhança do observado nos segundos trimestres desde 2013 com exceção de 2020. Por sua vez, a correspondente taxa de emprego situou-se em 55,3% e aumentou 1,4 pontos percentuais".

Consultando o boletim de Estatísticas do Emprego do INE referente ao segundo trimestre de 2019, publicado no dia 7 de agosto de 2019, porém, verifica-se que "a população empregada (4 916,7 mil pessoas) aumentou 0,7% (36,5 mil), em consonância com o padrão observado nos segundos trimestres da série iniciada em 2011".

Ou seja, a população empregada era mais elevada no segundo trimestre de 2019 do que no segundo trimestre de 2021.

No terceiro trimestre de 2019 aumentou para 4 947,8 mil pessoas e no quarto trimestre de 2019 diminuiu para 4 907,6 mil pessoas, sempre acima do valor de 4 810,5 mil pessoas estimado para o segundo trimestre de 2021.

Pelo que concluímos que a população empregada no segundo trimestre de 2021 não alcançou "o valor mais elevado desde 2011".

___________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network