A polémica criada em torno do apoio de António Costa a Luís Filipe Vieira nas eleições para o Sport Lisboa e Benfica fez renascer um tema que não é novo no debate público nacional: o da relação entre os universos da política e do futebol.

Entretanto, o nome do Primeiro-Ministro (e de outros responsáveis com cargos públicos) foi retirado da Comissão de Honra da candidatura de Vieira, mas a polémica está longe do fim.

O Polígrafo analisou os órgãos sociais de todos os clubes da Primeira Liga e encontrou vários casos de responsáveis com funções públicas que integram órgãos executivos ou consultivos nos principais clubes de futebol. Desde deputados à Assembleia da República até eurodeputados, presidentes de câmaras municipais, líderes de federações distritais de partidos, entre outros.

Eis as listas dos nomes:

Também há ex-políticos e/ou responsáveis públicos com forte presença nos órgãos sociais dos clubes da 1ª Liga.

Neste âmbito, destaque para os casos de Fernando Gomes - o ex-presidente da autarquia do Porto e ex-ministro do Governo de António Guterres é o atual vice-presidente do Futebol Clube do Porto - ou Luís Montenegro - o ex-líder da bancada parlamentar do PSD (e rival de Rui Rio na corrida pela liderança do partido) faz parte do Conselho Superior do Futebol Clube do Porto, em cargo não remunerado.

_________________________

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network