"João Félix tem interessados no seu passe, sendo que o Paris Saint-Germain estaria na linha da frente. O clube francês não desperdiça uma única oportunidade de ter do seu lado qualquer jovem talento e Félix é um dos que mais agrada, no atual panorama do futebol mundial", começa por se salientar no texto da publicação, denunciada por vários utilizadores do Facebook como sendo fake news.

"O Paris Saint-Germain tem milhões e força económica para se manter no topo do futebol europeu, mas numa altura em que se fala mais nas saídas de Neymar e de Mbappé, que poderiam estar à procura de ligas mais atrativas, o jogador português reentra nas contas do PSG", acrescenta-se. "O PSG procura, então, alternativas e recursos para a milionária equipa de Thomas Tuchel. Este confronto João Felix / Diego Cholo Simeone poderia ser o gatilho que despoleta uma nova aquisição bombástica".

"Nasser Al-Khelaifi estaria já preparado para resgata uma das maiores promessas do futebol mundial, que parece perder-se no meio de todo o rigor de Simeone. Esse descontentamento é crucial para convencer João Félix. Além disso, o PSG tem a seu favor muitos milhões, que certamente podem compensar o Atlético de Madrid e o jovem prodígio português", conclui-se.

Esta história não tem qualquer sustentação factual. É tudo falso.

Ainda encontramos alguns artigos jornalísticos datados de fevereiro de 2019 dando conta de um "duelo" entre os clubes Manchester United e Paris Saint-Germain pela contratação de João Félix. Mas nessa altura João Félix ainda estava a jogar no Sport Lisboa e Benfica, tendo sido contratado pelo Atlético de Madrid no final da temporada passada, em julho de 2019.

Quanto ao suposto conflito entre o jogador e o treinador Diego Simeone, não há qualquer registo público do mesmo, em meios de comunicação social credíveis. Trata-se portanto de uma fake news com origem numa página que já produziu vários outros conteúdos igualmente falsos e denunciados na altura pelo Polígrafo.

***

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network