"Portanto, Portugal é um sucesso fantástico por causa do programa de vacinação mais as medidas não-farmacológica", ironiza uma publicação no Facebook, partilhada a 24 de agosto. O autor faz uma comparação entre os dados da pandemia entre Portugal e os Países Baixos e refere que, na data da publicação, Portugal tinha 67% da população "com dose dupla de vacina" e nos Países Baixos havia 61,3% da população totalmente vacinada. De acordo com a publicação, ambos os países têm 10 milhões de habitantes.

A imagem do post está dividida em duas fotografias e o autor da publicação fez dois círculos a vermelho para sinalizar os adeptos. Na primeira, vemos o Philips Stadium onde um grupo de adeptos enche a bancada atrás da baliza e não utilizam máscaras; na segunda imagem, no Estádio da Luz, em Lisboa, os adeptos aparecem mais ordenados, usam máscaras e há muitas cadeiras vazias.

As imagens são atuais e são permitidos mais adeptos nos estádios holandeses?

Em primeiro lugar, as imagens são recentes e correspondem aos dois jogos da eliminatória entre o Sport Lisboa e Benfica e o PSV Eindhoven, a contar para o play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

A fotografia no Estádio da Luz está disponível no site oficial do Benfica, num artigo em que se destacam as palavras de Lucas Veríssimo, defesa do clube. Já a imagem do estádio que serve como casa do PSV é um fotograma retirado da transmissão televisiva do jogo da segunda mão.

Quanto às regras nos estádios, em Portugal os recintos estavam, à data do jogo em questão, limitados a um terço da lotação máxima. Assim, o Estádio da Luz, que conta com 65.000 lugares sentados, só poderia receber cerca de 21.000 adeptos. No jogo da primeira mão da eliminatória estiveram 18.199 pessoas a assistir.

Além da lotação reduzida, um adepto para ir a um estádio de futebol tem que apresentar o certificado digital Covid-19 válido ou teste negativo PCR (72 horas anteriores) ou antigénio (48 horas). Também é necessário ter a temperatura corporal abaixo de 38.ºC, medida à entrada, utilizar máscara e manter a distância social dentro do recinto.

Esta quinta-feira, dia 26 de agosto, a Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou uma orientação em que permite o aumento da capacidade dos estádios em Portugal para 50%. A medida continua a ser acompanhada por todas as outras regras já citadas.

Além da lotação reduzida, um adepto para ir a um estádio de futebol tem que apresentar o certificado digital Covid-19 válido ou teste negativo PCR (72 horas anteriores) ou antigénio (48 horas). Também é necessário ter a temperatura corporal abaixo de 38.ºC, medida à entrada, utilizar máscara e manter a distância social dentro do recinto.

Nos Países Baixos, as limitações são menores. De acordo com o que está explicado na página oficial da Eredivisie, principal liga de futebol do país, os estádios podem receber dois terços da lotação máxima. Assim, o Philips Stadium, casa do PSV, onde se disputou a segunda mão da eliminatória, pode receber cerca de 23.000 adeptos. Nessa partida estiveram 21.855 espectadores nas bancadas.

De acordo com a liga holandesa, "os adeptos só têm acesso [aos estádios] se tiverem sido vacinados, tiverem um teste negativo e/ou puderem demonstrar que tiveram Covid-19 recentemente". O espectadores têm ainda diferentes horários para entrar no estádio, mas não são obrigados a manter o distanciamento de 1,5 metros. Desde 26 de junho que as máscaras não são obrigatórias na maioria dos espaços dos Países Baixos, incluindo nos estádios.

  • Liga portuguesa de futebol sem adeptos nas bancadas é caso excepcional na Europa?

    A direção da Liga Portugal anunciou ontem que afinal, ao contrário do que tinha sido comunicado anteriormente, os jogos da última jornada da Primeira Liga de futebol profissional não vão ter adeptos nas bancadas, mantendo assim essa restrição até ao final da competição. O futebol português é um caso excepcional nesta matéria? O Polígrafo verifica o que acontece nas principais ligas europeias.

Na publicação em análise é ainda referida a população dos dois países. De facto, em Portugal vivem pouco mais de 10 milhões de pessoas, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). No entanto, a publicação erra no número de habitantes dos Países Baixos: em vez dos 10 milhões referidos, de acordo com o Statistics Netherlands (CBS) há atualmente cerca de 17 milhões de habitantes no país.

Quanto às vacinas, Portugal tem já tem mais de 70% da população totalmente vacinada e os Países Baixos têm apenas cerca de 62% de pessoas que tomaram as duas doses da vacina.

Conclui-se que a maioria da informação apresentada na publicação está correta, embora dê a entender pelas fotografias e círculos vermelhos que o estádio holandês estava muito mais lotado do que o português quando, na verdade, só teve mais cerca de três mil adeptos nas bancadas.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network