"Ministro Pedro Nuno Santos a confirmar que uma conta do Twitter do Governo português serve para fazer propaganda ao Partido Socialista. Bravo", ironiza-se na mensagem da primeira publicação em causa, na qual é exibido um recente tweet da conta oficial do Ministério das Infraestruturas e da Habitação, com o seguinte texto em forma de citação: "Para nós, socialistas, o investimento público é uma tradução óbvia dos nossos princípios e valores. É a extensão da ideia de que uma comunidade é feita de laços de dependência mútua entre os seus membros, que criam direitos e deveres para todos nós".

Nessa mesma publicação mostra-se uma resposta do ministro Pedro Nuno Santos às críticas que lhe foram dirigidas por alegadamente difundir propaganda do PS através da conta oficial do Ministério das Infraestruturas e da Habitação. "Este 'tipo de conta' é de um ministro socialista", escreveu Santos.

Na segunda publicação em análise volta a criticar-se: "A página reforça que esta conta é oficial, do Governo português, e é suportada pelos impostos de todos para fazer a apologia (já não é propaganda…) do delfim do António Costa".

Neste caso exibe-se um outro tweet com a seguinte mensagem: "'O Estado permite que o ser humano, independentemente do meio onde nasce, tenha as mesmas condições' de acesso à saúde, à educação e à habitação. A direita o que quer é 'pôr o Estado e os portugueses todos a pagar o negócio privado da saúde e da educação'".

Confirma-se que os dois tweets são verdadeiros, tendo sido realmente publicados na conta oficial do Ministério das Infraestruturas e da Habitação no Twitter, respetivamente, nos dias 9 de janeiro e 13 de janeiro de 2020.

No primeiro tweet, embora a expressão "para nós, socialistas" possa ser entendida como propaganda de cariz partidário ou ideológico, carecendo do sentido institucional inerente a uma página do Ministério das Infraestruturas e da Habitação, do Governo português, trata-se de uma citação atribuída ao ministro Pedro Nuno Santos, pelo que consideramos ser duvidosa a conclusão de que consiste em "propaganda ao Partido Socialista".

No segundo tweet, porém, ao criticar-se "a direita" que "o que quer é 'pôr o Estado e os portugueses todos a pagar o negócio privado da saúde e da educação'", misturando uma citação do ministro Pedro Nuno Santos com frases originais, torna-se mais claro que estamos perante uma mensagem de propaganda partidária, em benefício do PS e de Pedro Nuno Santos, sob o logótipo do Ministério das Infraestruturas e da Habitação e do Governo de Portugal.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro, mas...