"A Organização Mundial da Saúde (OMS) deu categoria de excelência à vacina contra a Covid-19 'Soberana 2', assinalando que servirá mesmo para utilização pediátrica, feito que não foi conseguido por nenhuma outra vacina", lê-se na suposta notícia em língua castelhana que tem sido partilhada no Facebook e Twitter.

Trata-se, porém, de uma notícia falsa. O BioCubaFarma, grupo de empresas biotecnológicas e farmacêuticas de Cuba, já avisou em publicação de 11 de abril no Twitter que tal informação não tem fundamento.

"As cinco vacinas candidatas [de produção cubana] encontram-se em ensaios clínicos. Os resultados obtidos até ao momento são muito positivos. Estamos seguros de que continuarão a ter excelentes resultados, mas devemos aguardar pelos tempos de avaliação requeridos", informa o BioCubaFarma na mesma publicação.

Por outro lado, a Maldita.es, plataforma espanhola de verificação de factos que também classificou esta "notícia" como falsa, sublinha que não existe qualquer referência à atribuição de uma "categoria de exceleência" à vacina cubana "Soberana 2" por parte da OMS. O mesmo se aplica à Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

De acordo com o último relatório epidemiológico da OPAS sobre a pandemia de Covid-19 em Cuba, emitido no dia 24 de maio, a vacina "Soberana 2" ainda está em fase de ensaios clínicos, tendo sido administradas 143.687 doses. "Sobre a resposta imunológica, observa-se que logo na segunda dose, mais de 76% dos sujeitos aumentam quatro vezes os níveis iniciais de anti-corpos; depois da terceira dose, os níveis situam-se acima de 90%", informa-se no documento.

Faz-se também referência à "Abdala", outra das cincos vacinas em desenvolvimento em Cuba, indicando que apresenta resultados positivos nos ensaios clínicos, não tendo sido registados efeitos adversos em 95% dos voluntários que participaram nas duas primeiras fases.

______________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network