Em 2015, uma publicação lançava o alerta aos mais distraídos: se quisessem fazer a triagem das notas de 20 euros que lhes chegavam às mãos, deviam saber o seguinte:  o número de série das notas 20€ termina sempre em 854 quando estas são falsas. Cinco anos depois, a mesma mensagem, que tem gerado centenas de comentários, voltou a circular e já soma mais de 290 mil partilhas no Facebook.

Será verdade que assim é?

É relevante saber, em primeiro lugar, que, segundo dados disponíveis no site do Banco de Portugal (BdP), no primeiro semestre de 2019, foram apreendidas 7427 notas falsas. As de 20 euros são as segundas mais falsificadas, logo a seguir às de 50.

Em relação à nota em análise, contactado pelo Polígrafo, o BdP revela ter conhecimento da existência de notas contrafeitas com número de série em causa - o T55501929854 - mas sublinha que se trata de uma ocorrência que “já foi detectada há alguns anos, pelo que, presentemente, existirão poucas destas contrafações em circulação”.

euros
As notas de 50 euros foram as mais falsificadas em Portugal no ano de 2019 créditos: Pixabay

O BdP esclarece ainda que, ao contrário do que garante a publicação no Facebook, é incorrecto assumir que todas as notas falsas terminam em 854. Aliás, neste preciso momento “também existem notas genuínas com esta terminação”.

Qualquer cidadão pode “testar” a validade das suas notas através da chamada metodologia “Tocar, Observar, Inclinar”. O toque, diz o Bdp, “permite verificar a rugosidade da impressão em relevo e a textura peculiar do papel de algodão. A observação à transparência permite “identificar as marcas de água e o filete de segurança”. E ao inclinar a nota “examina-se a mudança de cor no número esmeralda e o holograma”.

Em suma, a publicação em análise difunde uma falsidade. Ainda que tenham existido notas falsas no valor de 20€ cujo número de série terminava em 854, isto não significa que isso suceda sempre.

Avaliação do Polígrafo:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network