Em entrevista ao Polígrafo SIC, na edição de 8 de março, questionado sobre "quantos votos, quantos eleitores" é que participaram na sua mais recente reeleição como líder do partido Chega, André Ventura respondeu da seguinte forma: "Eu não tenho esses números ainda, espero que esses números estejam disponibilizados ainda esta semana, ou até ao meio desta semana. Eu não tenho esses números, não sou eu que lido com eles…"

"Mas como é que nas últimas eleições se soube logo a seguir?", insistiu o Polígrafo SIC. "Não creio que se tenha sabido logo imediatamente, creio que não se soube logo a seguir", respondeu Ventura.

Confirma-se que na sua primeira reeleição como líder do partido Chega, em setembro de 2020, "não se soube logo a seguir" quantos eleitores é que participaram na votação?

A eleição direta realizou-se no dia 5 de setembro de 2020. Ventura foi reeleito com 99,1% dos votos expressos. Segundo noticiou o jornal "Observador" às 23h desse mesmo dia, "os resultados foram anunciados por Luís Filipe Graça, presidente da mesa da convenção do partido. Votaram 40% dos militantes do universo de cerca de 11 mil que estavam habilitados".

No jornal "Expresso", ainda mais cedo, às 22h05m, encontramos a mesma informação: "As votações deste sábado ocorreram entre as 10h e as 18h em 26 locais por todo o país, entre sedes de distritais do partido, hotéis e restaurantes. Cerca de 40% dos 11 mil militantes que estavam aptos a votar participaram nas eleições internas".

Ou seja, ao contrário do que afirmou Ventura, no dia 5 de setembro de 2020 soube-se desde logo que tinham votado cerca de 40% dos 11 mil militantes que estavam habilitados. Isto é, cerca de 4.400 militantes.

Na segunda reeleição, a 6 de março de 2021, soube-se que foi eleito com 97,3% dos votos expressos. A informação sobre o número de votos surgiu quatro dias depois, a 10 de março. "Apenas 11,5% do total de 27.926 militantes ativos do Chega foram às urnas nas eleições diretas do fim-de-semana", noticiou a Agência Lusa. "Do universo total de militantes do partido, apenas 14.979 se colocaram em condições de votar (quotas pagas até 48 horas antes do sufrágio) e só 3.317 exerceram o direito nas 20 mesas espalhadas por todo o país e ilhas".

Outro elemento a ter em conta é que, apesar de o universo eleitoral ter aumentado entre as duas eleições diretas (11 mil eleitores habilitados em setembro de 2020, cerca de 15 mil eleitores habilitados em março de 2021), Ventura ainda assim obteve menos votos em março de 2021 (3.317) do que em setembro de 2020 (cerca de 4.400).

_____________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network