Novo ministro da Saúde (Manuel Pizarro substituiu Marta Temido no início de setembro), o mesmo problema: em setembro de 2016, o primeiro-ministro António Costa prometeu que todos os portugueses teriam um médico de família até ao final de 2017, mas a promessa continua por cumprir em 2022 e o número de utentes sem médico de família atribuído até tem aumentado significativamente nos últimos anos.

Nas redes sociais, não se esquece (nem perdoa) a promessa falhada. "Continuem a votar no Tono [António Costa]. São mais de 1,3 milhões sem médico de família. Só no Norte são 1,1 milhões", destaca-se num post de 6 de novembro no Facebook.

De facto, segundo os últimos dados disponíveis no portal "Transparência" do Serviço Nacional de Saúde (SNS), o número de utentes inscritos em Cuidados de Saúde Primários sem médico de família atribuído voltou a aumentar para um total de 1.342.472 no final do mês de outubro, entre os quais 33.596 por opção.

No final de setembro registavam-se 1.298.078 utentes sem médico de família atribuído, dos quais 31.752 por opção.

Por regiões, confirma-se que a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte saltou em outubro para a primeira posição, destacada, com o maior número de utentes sem médico de família atribuído: total de 1.155.656 pessoas (no mês anterior tinha apenas 73.917).

Em sentido inverso, a ARS de Lisboa e Vale do Tejo baixou de 923.325 utentes sem médico de família em setembro para 130.972 em outubro.

A 4 de novembro, a Entidade Reguladora da Saúde (ERS) publicou um novo relatório de "Monitorização sobre acesso a Cuidados de Saúde Primários no SNS", informando que "no final de 2021, a maioria dos utentes inscritos nos CSP tinha médico de família atribuído (88,8%). No entanto, a percentagem de utentes inscritos com médico de família tem vindo a diminuir desde 2019, tendo registado uma redução de 3,9 p.p. entre 2017 e 2021".

Em 2022, a tendência tem sido de ainda maior redução, chegando a superar a fasquia de 1,4 milhões de utentes sem médico de família nos meses estivais de junho e julho.

__________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network