“Número de desempregados aumentou 45,1% no terceiro trimestre face ao anterior”. É isto que se pode ler num curto texto publicado no Facebook a 5 de janeiro deste ano.

O autor da publicação deixa ainda uma provocação: “Os noticiários não saem da Covid-19. Porquê?”, escreve.

A informação é verdadeira?

Não. Os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgados a 10 de novembro de 2021, apontam precisamente no sentido contrário. Segundo o relatório sobre o desemprego no terceiro trimestre de 2021, “a população desempregada, estimada em 318,7 mil pessoas, diminuiu 7,8% (27 mil) em relação ao trimestre anterior e 21,0% (84,8 mil) relativamente ao homólogo”.

O mesmo documento esclarece ainda que “a taxa de desemprego foi estimada em 6,1%, valor inferior em 0,6 pontos percentuais (p.p.) ao do trimestre anterior, em 1,9 p.p. ao do trimestre homólogo de 2020 e em 0,2 p.p. ao do 3.º trimestre de 2019.”

Os dados apresentados pelo internauta são, por isso, factualmente errados. De facto, no terceiro trimestre de 2020 “a população desempregada aumentou 45,1% em relação ao trimestre anterior”, mas esse aumento não se verificou em 2021.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network