"Rosa Mota és uma campeã, treinavas para a Maratona na N14 Porto-Braga, nunca tiveste o teu nome na redoma do teu Pavilhão que será sempre teu. Merecias tanto e foste ultrapassada pelo doping da cerveja. Dá que pensar". Esta é a mensagem que acompanha a publicação de uma imagem recente do até agora Pavilhão Rosa Mota, no Porto, o qual acaba de ser reaberto com uma nova demonimação comercial: "Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota".

Na imagem em causa só está visível a denominação "Super Bock Arena", em letras garrafais, na base da redoma, sem qualquer referência à anterior.

Confirma-se?

A imagem é verdadeira, mas já está desatualizada. Aliás, a mesma utilizadora do Facebook que publicou a imagem, no dia 25 de outubro, acabou por publicar uma segunda imagem em que já está visível a denominação completa: "Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota".

"Rosa Mota ficaste em segundo, mesmo por baixo da cerveja. Deixa, serás sempre grande", ironizou, na mensagem que acompanha a segunda imagem, captada no momento da instalação da segunda parte da nova denominação do antigo Palácio de Cristal.

O Palácio de Cristal original foi construído em 1865 e demolido em 1951, sendo então transformado em Pavilhão dos Desportos, com projeto do arquitecto José Carlos Loureiro e do engenheiro António dos Santos Soares. Manteve contudo a denominação original, acabando por ser rebaptizado em 1988 como "Pavilhão Rosa Mota", em homenagem à maratonista portuense, vencedora de uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1988, em Seul, Coreia do Sul.

Após cerca de 18 meses de obras de renovação, o edifício vai reabrir ao público no próximo dia 31 de outubro, com um concerto da banda portuense Ornatos Violeta e já com a nova denominação inscrita na base da redoma: "Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota".

.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso