Os resultados são surpreendentes, na medida em que o partido Chega está praticamente colado ao PSD nas intenções de voto para as próximas eleições legislativas, com uma diferença de apenas 0,1 pontos percentuais (p.p.), entre 27,8% e 27,7%. Recorde-se que nas anteriores eleições legislativas, em 2019, o partido liderado por André Ventura obteve 1,29% dos votos expressos. Seria um crescimento exponencial, inédito na democracia portuguesa.

Na liderança da sondagem destaca-se o PS, com 39,6% das intenções de voto. A grande distância do PSD e do Chega posicionam-se ainda o BE (6,2%), a CDU (5,2%), o IL (2,5%), o PAN (2,1%) e o CDS-PP (2%).

Confirma-se a existência ou veracidade desta sondagem?

Não. E há um elemento (aritmético) que denuncia desde logo a falsidade deste conteúdo difundido das redes sociais: somando as percentagens atribuídas aos oito partidos chegamos a um total de 113,1%, excedendo o universo eleitoral da amostra.

Na realidade, esta sondagem falsa terá sido manipulada a partir de um barómetro (ou estudo de opinião) da Eurosondagem para o jornal "Nascer do Sol", publicado no dia 12 de abril de 2021.

Os resultados desse barómetro - no que concerne às intenções de voto em cada partido no âmbito de eleições legislativas - são exatamente iguais aos da sondagem falsa, excepto em relação ao Chega que passa de 7,7% no estudo de opinião verdadeiro para 27,7% na sondagem falsa.

Aliás, consultando o histórico de evolução das sondagens para eleições legislativas na página da Marktest, baseado em dados registados na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), verificamos que o Chega nunca alcançou 27,7% das intenções de voto, nem sequer ultrapassou ainda a fasquia de 10%.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network