"Os açorianos reconhecem que o Chega está do lado do povo. O Chega afirma-se, cada vez mais, como a terceira força política nos Açores. É o reconhecimento do nosso trabalho, da nossa luta constante, contra tudo e contra todos, sempre ao lado das pessoas. Ninguém nos pára, ninguém nos cala, somos Chega", lê-se numa publicação de 27 de novembro na página oficial do partido Chega/Açores no Facebook.

Apresenta os resultados de uma "sondagem Intercampus", datada de novembro de 2022. Logo após o PSD (32,4% das intenções de voto) e o PS (31,8%), o Chega sobressai na terceira posição (9,2%), superando o Iniciativa Liberal (7,6%), Bloco de Esquerda (5,8%), PAN (0,8%) e CDS-PP (0,7%).

Recorde-se que nas últimas eleições legislativas regionais dos Açores, realizadas em outubro de 2020, o PS foi o partido mais votado (39,13%), seguindo-se o PSD (33,74%), CDS-PP (5,51%), Chega (5,06%), Bloco de Esquerda (3,81%), PPM (2,34%), Iniciativa Liberal (1,93%), PAN (1,93%) e CDU (1,68%).

Apesar da vitória nominal do PS, quem formou Governo foi o PSD, através de uma espécie de "geringonça açoriana": coligação governamental entre PSD, CDS-PP e PPM, mais acordos de incidência parlamentar com o Chega e Iniciativa Liberal (no caso do Chega, um acordo que resiste mas tem sofrido várias atribulações).

Ora, confirmando-se os resultados da nova "sondagem Intercampus", o Chega quase duplicaria o peso eleitoral na Região Autónoma dos Açores, ao passo que os dois parceiros do PSD na coligação governamental - CDS-PP e PPM - praticamente desapareceriam do mapa político açoriano.

O problema é que essa sondagem é falsa, apurou o Polígrafo junto do diretor geral da Intercampus.

"Completamente falsa. Não fizemos qualquer sondagem nos Açores em novembro", garante António Salvador, em declarações ao Polígrafo. "É uma situação desagradável e, aliás, não é a primeira vez que acontece".

De resto, as sondagens falsas envolvendo o Chega tornaram-se, ao longo dos anos, como que um "clássico" das verificações do Polígrafo (uma, duas, três, etc.). Ressalve-se, porém, que em muitos casos não têm origem em páginas oficiais do partido liderado por André Ventura.

___________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network