“Uma de suas composições mais "interessantes" com os Rolling Stones foi o jingle de 30 segundos para os cereais "Rice Krispies", da Kellogg's, em 1964. O jingle foi co-escrito com a agência de publicidade J.W. Thompson e executado pelos Rolling Stones incognitamente", escreve o autor de uma publicação no Facebook sobre o músico Brian Jones. Esta é apenas uma das várias publicações - algumas em inglês e espanhol - que o Polígrafo encontrou.

A grande questão é: os Rolling Stones fizeram mesmo um jingle para uma marca de cereais?

Curiosamente, sim. Composta originalmente por Mick Jagger, Keith Richards, Brian Jones, Bill Wayman e Charlie Watts, a banda “The Rolling Stones” formou-se em 1962, em Londres. Dois anos depois, já eram bastante conhecidos no Reino Unido. No entanto, só alcançaram o enorme sucesso nos Estados Unidos com o lançamento do single “Satisfaction”, no ano seguinte.

O jingle dos cereais “Rice Krispies”, que pertencem à marca Kellogg’s, foi escrito pelo membro inicial Brian Jones (que morreu em 1969), em 1964, por isso não chegou a ser conhecido e exibido nos EUA, nem em outro país, e acabou por cair no esquecimento. Esta música e o respetivo anúncio só chegaram a audiências fora do Reino Unido quando as imagens foram disponibilizadas online, décadas mais tarde.

Mas a verdade é que o anúncio televisivo existe e está disponível no Youtube. "Wake up in the morning there's a snap around the place / Wake up in the morning there's a crackle in your face / Wake up in the morning there's a pop that really says Rice Krispies for you and you and you”, ouve-se nos primeiros segundos do anúncio.

A Kellogg’s, a marca à qual pertencem os cereais “Rice Krispies”, garantiu a veracidade desta história à plataforma de fact-checkingSnopes”. “Podemos confirmar que o anúncio foi feito pela nossa agência de publicidade J.W. Thompson para a Kellogg's Great Britain em 1964 e que se intitula Juke Box”, sublinhou a empresa.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network