Mick Jagger e Keith Richards conhecem-se desde muito jovens, ainda crianças. Andaram a escola primária juntos, entre os 7 e os 11 anos, brincavam juntos, moravam perto um do outro, mas nunca foram os melhores amigos. Depois dos 11 anos, cada um seguiu caminhos diferentes, embora fossem sabendo um do outro, através das mães, que mantiveram contacto. E porque continuaram a viver relativamente próximos um do outro. “Costumava vê-lo a chegar a casa, depois da escola, que era a pouco mais de um quilómetro e meio de onde eu vivia”, disse Jagger à revista “Rolling Stone”, numa entrevista que reproduziu no seu website.

O (re) encontro que iria definir os destinos de ambos - e do rock - aconteceu mais tarde, em 1961, na plataforma 2 da estação de Dartford”, escreve a BBC.

Noutro texto, onde assinala os 50 anos deste encontro, a "BBC" conta a história com mais detalhe. “Na manhã de 17 de outubro de 1961, Mick Jagger, então com 18 anos, chegou à plataforma 2 estação de Dartford. Viajava para a London School of Economics, onde estudava. Pouco depois, Keith Richards, 17 anos, chegou à mesma plataforma. Tinha como destino o Sidcup Art College e trazia consigo uma guitarra elétrica Höfner.” De acordo com a “BBC”, Mike Still, diretor adjunto do Dartford Museum, estudou com afinco este reencontro histórico. De acordo com Stills, escreve a “BBC”, “Jagger, trazia consigo um conjunto de discos de Blues e imediatamente os dois adolescentes se reconheceram, uma vez que tinham sido colegas na escola primária de Wentworth.”

A história é confirmada pelo próprio Mick Jagger, numa entrevista à Rolling Stone. “É uma história verdadeira - encontramo-nos na estação de comboios. Eu tinha alguns discos de rhythm & blues, que eram bastante valiosos, pois ainda não estavam disponíveis em Inglaterra na época. E ele disse ‘oh, são muito interessantes’. E foi assim que tudo começou, na verdade.” As conversas sobre música começaram… e não mais pararam. Nos dias seguintes andaram pelas casas um do outro, a ouvir discos. Depois, seguiram “para casa de outras pessoas para ouvir mais música. É aquele período das nossas vidas em que fazemos isto quase como se colecionássemos selos.”

Keith já tinha experiência no domínio da guitarra. De acordo com Jagger, na mesma entrevista à “Rolling Stone”, sempre tocou guitarra, “desde os 5 anos. E gostava de música country e de cowboys.” O resto, é o percurso natural, que podemos antecipar neste tipo de relações, como recorda Jagger, que a dado momento disse a Keith “Eu canto e, tu sabes, tu tocas guitarra". Era, afinal, "tudo tão óbvio”, reconhece.

Acabariam por ficar verdadeiramente ligados através gosto partilhado pelos Blues e criaram uma amizade musical que conduziria à criação dos Rolling Stones, em 1962”, sublinha a BBC.

Para assinalar este encontro que resultou numa banda estruturante da história do rock, foi colocada uma placa na estação de Dartford, em 2015 (pode vê-la, aqui, neste artigo da “BBC”)o local onde Keith e Jagger se reencontram e iniciaram aquela conversa que iria dar origem aos Rolling Stones.

___________________________

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network