Na comédia de 1974 "Frankenstein Júnior", realizada por Mel Brooks, o neto do famoso Dr. Frankenstein herda o castelo do avô. Quando chega à Transilvânia, o jovem Dr. Frankenstein, interpretado por Gene Wilder, conhece algumas personagens estranhas como o corcunda Igor e a assistente Inga.

O filme estreou nos Estados Unidos a 15 de dezembro de 1974 e, no início de 1975, os Aerosmith fizeram uma pausa nas gravações do seu terceiro álbum de estúdio e foram a um cinema na Times Square, em Nova Iorque. Apenas o guitarrista Joe Perry ficou no estúdio porque já tinha visto o filme e foi ele a contar a história ao "The Wall Street Journal", numa entrevista publicada a 11 de setembro de 2014.

"A meio das gravações do álbum 'Toys in the Attic" no início de 1975 no estúdios Record Plant de Nova Iorque, estávamos bloquados. Escrever era um longo e duro processo para nós naqueles dias. Os nossos dois primeiros álbuns eram na sua maioria canções que tínhamos tocado em clubes. Para o 'Toys', tínhamos escrito três ou quatro canções e depois íamos escrever o resto no estúdio. Decidimos experimentar uma música que eu tinha pensado no Havai, mas ainda não tinha letra ou título. E fizemos uma pausa", começa por contar o guitarrista.

"Steven, Joey, Tom [Hamilton], Brad [Whitford] e o produtor Jack [Douglas] foram até à Times Square para ver o filme "Frankenstein Júnior" do Mel Brooks, que tinha estreado recentemente. Eu já o tinha visto, por isso fiquei no estúdio. Quando a malta regressou, eles não se calavam com frases do filme. E riam muito com a cena em que o Marty Feldman cumprimentava o Gene Wilder à porta do castelo e dizia-lhe para o seguir. "Anda assim" ["Walk this way"], dizia ele a coxear, oferecendo a sua bengala a Wilder para que ele o imitasse. Enquanto eles riam, Jack parou de repente e disse 'Hey, anda assim pode ser um grande título para a canção'. Nós concordámos. mas ainda era preciso a letra", concluiu. Pode ver a cena do filme aqui.

Steven Tyler acabaria por escrever o resto da canção, mas é verdade que o título e a inspiração vieram da comédia de Mel Brooks. Para recordar a canção, clique aqui.

___________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network