Em meados dos anos 70, a banda Heart, liderada pelas irmãs Ann e Nancy Wilson, andava pela Europa a fazer as primeiras partes dos concertos dos Queen e dos Nazareth. Foi durante esta fase que perceberam o potencial do riff de guitarra que os Nazareth colocaram na sua versão da canção “This Flight Tonight, um original de Joni Mitchell.

“Os Nazareth fizeram uma versão de uma canção da Joni Mitchell e transformaram-a num hit. ‘This Flight Tonight’ tinha aquele riff”, disse Nancy Wilson, enquanto entoava o ritmo, à revista americana “Lowdwire”, uma publicação online dedicada ao hard rock e ao heavy metal. E, mais ou menos aos 2m50s da entrevista, confessa: “pegámos naquele riff, emprestado, e tansformámo-lo no tema ‘Barracuda’. Encontrámos os elementos dos Nazareth mais tarde e eles estavam furiosos.” Não é para menos. O riff que criaram nada tinha a ver com a sonoridade mais folk de Mitchell e transportava a canção original para o território rock. E foi precisamente aí, no terreno preferido dos escoceses, que as manas Wilson completaram a traição: pegaram nas notas iniciais - naquele ritmo que percorre toda a canção, na verdade - deram-lhe um cunho ainda mais vigoroso e criaram “Barracuda”, tema incluído no segundo álbum da banda, “Little Queen”, de 1977, e que esteve durante 20 semanas na tabela Billboard Hot 100 tendo subido até ao 11º posto.

Nazareth
Nazareth ao vivo, em 1976

A canção que esteve no início de tudo, o original de Mitchell, conta a história do arrependimento que sentiu quando deixou para trás uma paixão e entrou num avião e acabou a desejar voltar atrás.

“Barracuda” tem uma mensagem muito menos poética e descaradamente interventiva. É uma canção de raiva. De revolta contra o machismo que dominava a indústria discográfica nos anos 70. “Indignada com o sexismo da indústria, em 1976, Ann Wilson, dos Heart, escreveu um poema onde expressa a dor e a humilhação decorrente do assédio no local de trabalho”, escreve o "The Wall Street Journal".

Em causa está um anúncio publicitário que a editora dos Heart de então, a canadiana Mushroom Records, decidiu colocar na rua. Além da imagem das duas irão cortada pela zona dos ombros, mostrando-os despidos, deixando a entender que não tinham qualquer peça de roupa vestida, a mensagem publicitária também as irritou profundamente: “Exclusivo, a história comovente! As irmãs Wilson, dos Heart, confessam: foi a nossa primeira vez!”. Nancy Wilson contou ao "The Wall Street Journal" o que sentiu quando leu aquelas linhas pela primeira vez: “Passei-me! A Mushroom dava a entender que eu e a minha irmã tínhamos uma relação incestuosa. Fiquei furiosa!” A irmã Ann partilha a fúria: “Para os executivos da Mushroom foi uma técnica de vendas com piada e muito lucrativa. Mas a Nancy e eu, que fomos criadas por uma mãe feminista, sentimo-nos violadas.”

E assim nasceu “Barracuda”, uma canção gerada pela raiva com um “empréstimo" à mistura.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro, mas...