Quando se combina mulheres, guitarras, bateria e baixo com um jovem, mas já bastante talentoso, Robert Downey Jr (muitos anos antes de se afirmar como estrela de cinema) e se adiciona a densidade narrativa do livro de estreia de Bret Easton Ellis, percebe-se que estamos perante uma aposta ganhadora. Se a esta fórmula juntarmos, ainda, o talento do duo Simon & Garfunkel, não há como perder.

Começando pelo fim: a canção Hazy Shade of Winter - já se percebeu - não foi escrita pelo quarteto feminino The Bangles, embora lhes fique muito bem. Os autores são Paul Simon e Art Garfunkel. Hazy Shade of Winter, canção que usa as estações do ano como metáfora para a vida, foi gravada em 1966 durante as sessões de estúdio do terceiro longa duração da dupla, “Parsley, Sage, Rosemary and Thyme”. Seria editada apenas como single e chegaria a número 13 da tabela Billboard Hot 100, nos EUA, e ao 30º posto da tabela de singles, no Reino Unido. Apesar de ter ficado de fora do LP anterior, acabou por entrar no álbum seguinte, de 1968, “Bookends”.

Simon & Garfunkel
Paul Simon e Art Garfunkel

É, reconhecidamente, um dos temas mais rock de Simon & Garfunkel mas, ainda assim, a alguma distância da energia que as Bangles lhe deram, nos anos 80 do século passado. Guitarras elétricas, quatro mulheres em palco e, como cenário, um filme sobre a juventude rica e decadente de Los Angeles, com guião escrito a partir do aclamado primeiro romance de Bret Easton Ellis - com Robert Downey Jr, James Spader e Jami Gertz no elenco. Era o alinhamento de astros perfeito para catapultar “Hazy Shade of Winter” para um patamar onde nunca tinha chegado: número 2 na tabela de singles dos EUA. Corria o ano de 1987, quando a canção foi gravada em disco, mas o quarteto já a incluía no alinhamento dos seus concertos há algum tempo.

Susanna Hoffs
Susanna Hoffs

A primeira vez que Susanna Hoffs, a líder das Bangles, se cruzou com a canção foi em 1982, quando a ouviu numa estação rádio dedicada a músicas de outros tempos e que era a sua companhia na fábrica de cerâmica onde ganhava a vida, confessou ao “Independent”: “trabalhava num espaço muito solitário, sozinha, todo o dia (…) Quando ouvi a canção pensei que seria perfeita para as Bangles”. E assim, “Hazy Shade of Winter” passou a fazer parte das atuações ao vivo do quarteto de Los Angeles e iria transformar-se num dos raros casos em que uma versão da dupla Simon & Garfunkel conseguiu suplantar o original.

A versão mais recente desta canção - que foi “copiada” por inúmeras bandas desde a sua edição - pertence a Gerard Way, ex-líder da banda My Chemical Romance. Foi gravada, este ano, para a série Umbrella Academy, que estreou este mês na Netflix, inspirada na banda desenhada também assinada por Gerard Way.

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network