O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Microsoft vai inativar dispositivos de utilizadores que partilhem “conteúdos não convencionais” na Internet?

Sociedade
O que está em causa?
Em ano de eleições presidenciais nos EUA, uma das principais empresas do setor tecnológico, a Microsoft, fundada por Bill Gates, terá anunciado que vai inativar computadores e outros dispositivos em que seja detetada a partilha de "conteúdo não convencional" (ou "fora do 'mainstream'", de acordo com diferentes traduções) na Internet. Com o suposto objetivo de "combater a desinformação". Verdadeiro ou falso?

“A Microsoft anunciou planos para desativar os computadores das pessoas que partilham ‘conteúdos não convencionais’ na Internet, numa tentativa de combater a chamada ‘desinformação’ no período que antecede as eleições de 2024”, lê-se numa publicação recente na rede social Facebook.

O post que veicula a alegação cita um artigo partilhado no siteThe People’s Voice“, cujo título revela essa mesma informação, aparentemente avançada por Satya Nadella, atual presidente executivo da Microsoft, em entrevista à NBC News.

Nesse momento, terá sido “questionado sobre a forma como a Inteligência Artificial poderia ajudar ou pôr em perigo as futuras eleições”, com a “resposta” do presidente executivo a comprovar, segundo esta fonte, “uma vontade de utilizar a tecnologia para censurar conteúdos com o objetivo de combater o que ele identificou como desinformação”.

Confirma-se que a Microsoft informou os seus utilizadores que pretende desativar os computadores de quem partilhar “conteúdos não convencionais”?

Primeiro que tudo, refira-se que não existem informações em órgãos de comunicação social credíveis, nem comunicados oficiais da Microsoft que sustentem essa alegação. Aliás, uma pesquisa online sobre o tema remete para artigos de diferentes plataformas de fact-checking internacionais – como a Associated Press, a Reuters e a “Snopes” – que desmentem esta história.

Além disso, importa notar que o “The People’s Voice”, de onde provém o conteúdo aqui analisado, é uma reformulação do “News Punch”, um site norte-americano que difunde recorrentemente fake news e desinformação.

Sobre a entrevista de Satya Nadella à NBC News, emitida a 30 de janeiro deste ano, verifica-se que não foi feita qualquer menção aos alegados planos da empresa no sentido de inativar os computadores de utilizadores que propaguem os tais “conteúdos não convencionais” – segundo comprovam as duas partes da entrevista (aqui e aqui), publicadas na página da NBC News.

Um porta-voz da Microsoft sustentou essa mesma conclusão, em e-mail enviado à Reuters, afirmando que “não existem planos para desativar quaisquer computadores para os utilizadores, tal como descrito nestas alegações”.

Tudo isto permite concluir que estamos perante uma fake news, sem qualquer sustentação factual.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes