Para sua segurança pratique abstinência sexual.” É este o suposto apelo que, segundo o que se escreve nas redes sociais, o Metro de Lisboa estaria a fazer aos seus passageiros.

Várias publicações no Facebook, Twitter e Instagram partilharam uma imagem de uma estação de metro com um painel informativo onde se encontra este alegado apelo junto a outras informações úteis como o destino do comboio ou o tempo que falta para o mesmo chegar. Alguns internautas brincam com o assunto, outros mostraram a sua indignação.

A mensagem é autêntica?

Contactada pelo Polígrafo, fonte oficial do Metro de Lisboa garante que “nunca passou semelhante mensagem no seu painel escrito ou sonoro”. A empresa acrescenta ainda que a imagem partilhada “se trata de uma montagem” e que atualmente a frase que passa neste espaço é a seguinte: "Para sua segurança não ultrapasse a faixa amarela existente no cais."

Apesar de várias publicações partilharem a fotografia como sendo verdadeira, uma pesquisa pela sua origem levou o Polígrafo a uma página de Facebook assumidamente satírica. Nessa conta encontra-se a mesma imagem num post publicado a 2 de junho que conta com mais de 760 reações, 47 comentários e 126 partilhas. Assim, pode concluir-se que a imagem terá sido manipulada com intenção humorística.

Recorde-se que dois dias antes de esta imagem começar a circular, a 31 de maio, a Direção-Geral da Saúde publicou uma orientação técnica para os profissionais de saúde no contexto da infeção humana por vírus Monkeypox (VMPX), conhecida como varíola dos macacos. Nesse documento, a DGS explicava que uma das medidas a adotar “perante um caso suspeito, provável ou confirmado” seria “manter abstinência sexual e privação de contactos próximos (coabitantes e familiares próximos), pele-com-pele ou pele com mucosa, até resolução das lesões (queda das crostas)”.

Essa recomendação será o motivo da piada inscrita na montagem em análise, dado que as orientações deste documento foram amplamente noticiadas e alvo de comentário nas redes sociais.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
International Fact-Checking Network