"Neste mandato fizemos uma outra revolução, essa muito profunda no sistema de transportes. A diminuição muito grande do preço dos transportes com o passe único. Hoje é possível alguém deslocar-se integralmente na cidade de Lisboa por um euro por dia. Se tiver mais de 65 anos, 50 cêntimos por dia é quanto custa deslocar-se em todos os transportes ilimitadamente na cidade de Lisboa", afirmou Fernando Medina, recandidato à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, em entrevista conjunta à rádio TSF e jornal "Diário de Notícias" no dia 27 de agosto.

Será verdade?

No dia 1 de abril de 2019 passaram a existir novas modalidades de passe na Área Metropolitana de Lisboa: o Navegante Municipal e o Navegante Metropolitano. O Navegante Municipal, de acordo com as informações disponíveis na página da Carris, "é válido para qualquer deslocação, em todas as empresas de serviço público de transporte regular de passageiros, dentro do limite geográfico de um dos 18 municípios que constituem a Área Metropolitana de Lisboa".

O preço: 30 euros por mês. A este título podem aplicar-se as tarifas sociais 4_18 (25% de desconto para menores de 18 anos, sendo que crianças até aos 12 anos não pagam), sub23 (25% para jovens até aos 23 anos) e Social + (50% ou 25% dependendo dos rendimentos).

Fernando Medina chegou ao valor referido na entrevista dividindo o preço do passe Navegante Metropolitano pelos 30 dias do mês (deixando de fora os meses com 31, 29 e 28 dias, que resultariam num valor ainda mais baixo).

Quanto aos maiores de 65 anos, estes podem optar pelo "Navegante Urbano 3ª idade", beneficiando de um desconto de 50% (15 euros). Se calcularmos com base em 30 dias como fez Medina, um lisboeta com este passe pagará 50 cêntimos por dia (15/30).

Já o Navegante Metropolitano "permite utilizar todas as empresas de serviço público de transporte regular de passageiros, em todos os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa" por um valor de 40 euros mensais. Aqui, para além das tarifas sociais mencionadas acima, os maiores de 65 anos, reformados e pensionistas beneficiam igualmente de um desconto de 50% (20 euros mensais). Se calcularmos com base em 30 dias, como fez Medina, um lisboeta com o Navegante Metropolitano +65 pagará 66 cêntimos para percorrer os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa.

Para quem não tem passe, a situação é diferente. Um bilhete único da Carris e Metro, comprado antecipadamente, tem um valor de 1,50 euros (ou 1,35 se carregado em modalidade zapping). A bordo, os valores já são mais altos: dois euros para autocarro, três euros para elétrico, elevador da Bica, Glória e Lavra 3,80 (até duas viagens) e o elevador de Santa Justa 5,30 euros (até duas viagens com acesso ao miradouro). Os utilizadores da Carris podem também optar por bilhetes diários (24h) com valores entre os 6,40 e 10,60 euros.

__________________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network