Um vídeo partilhado no Twitter a respeito do coronavírus está a propagar-se à velocidade da luz. Na legenda do mesmo pode ler-se: "Médicos caem enquanto operam o coronavírus. A transmissão é imediata." Na reprodução pode ver-se um médico num bloco operatório de um hospital chinês a desmaiar enquanto participa numa cirurgia, para logo ser socorrido por um colega.

Mas será real? Verificação de factos.

O vídeo é autêntico mas o médico não desmaiou devido ao coronavírus. Segundo o jornal chinês Beijing News, os cirurgiões estariam a realizar uma operação de urologia e o médico em questão "não teve tempo para tomar o pequeno almoço". De acordo com a mesma fonte, o diretor do hospital (que também estava presente na cirurgia) afirmou que o desmaio derivou de um "baixo nível de açúcar no sangue e fadiga prolongada".

A notícia foi divulgada em muitas outras plataformas, entre elas na microrede social chinesa Weibo. Em todas elas é apontada a fadiga ou a hipoglicémia como causadora do desmaio e não o coronavírus como na publicação sob análise.

Para além de trazer um alarmismo desnecessário, o vídeo está a difundir uma falsidade.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network