O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Marta Temido: “Não tinha formado a minha disponibilidade para esse projeto [Câmara de Lisboa]”

Política
O que está em causa?
Em entrevista ao "Expresso", a socialista garantiu que vai ficar em Bruxelas até ao final do mandato e que a Câmara de Lisboa já não é uma possibilidade. Aliás, notou Marta Temido, nunca "tinha formado" disponibilidade para esse projeto. É verdade?
© José Sena Goulão/Lusa

Em entrevista ao “Expresso”, publicada na última quinta-feira, 30 de maio, a cabeça de lista às eleições europeias pelo PS foi questionada sobre o porquê de ter “tirado o pé do acelerador” em relação ao poder autárquico, a que Temido estava habituada.

“Não tinha formado a minha disponibilidade para esse projeto, apesar das conversas das projeções e das hipóteses. E custou-me muito a forma como o último Governo acabou — pensei mesmo em deixar a política. Mas aquilo que temos visto como percurso mais recente da Europa preocupa-me extraordinariamente. Não dá para não dizer sim”, respondeu Marta Temido.

Mas é verdade que a socialista ainda não tinha “formado disponibilidade”?

Em outubro de 2023, a antiga ministra da Saúde falou pela primeira vez sobre uma possível candidatura à Câmara Municipal de Lisboa (CML). Numa entrevista ao jornal “Expresso“, Temido assumiu que “gostava de ser autarca” e que “a pulsão da vida das pessoas no dia-a-dia” era uma “dimensão” que a atraía. Alguns dirigentes socialistas foram dando o seu aval e o nome ficou consolidado. Mas então vieram as eleições de 10 de março. E a preparação para as europeias.

Temido foi eleita pelo círculo eleitoral de Lisboa e, a 23 de abril, o seu nome encabeçava a lista oficial do PS, aprovada naquele dia pela Comissão Política Nacional, às eleições europeias de 9 de junho. Em declarações aos jornalistas, a 29 de abril, a ex-ministra admitiu uma “sedução” autárquica, mas não declarou estar disponível para o projeto. Nem se comprometeu com ele, apesar de ter deixado a porta aberta.

_______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque