O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Mapas de previsão meteorológica estão a ser alterados para criar alarmismo climático?

Sociedade
O que está em causa?
No Facebook, são exibidas duas imagens de um boletim metereológico televisivo. O que as separa? A paleta de cores utilizada para ilustrar o mapa em que a previsão é exibida na mais antiga com todas as regiões em tons de verde e na atual com cores quentes (amarelo, laranja e vermelho). Será esta a prova do "histerismo climático", como se defende nas redes sociais?

Uma imagem a circular nas redes sociais mostra dois boletins de previsão meteorológica televisivos. O primeiro, de junho de 2016, é ilustrado com um mapa verde com as respetivas temperaturas antevistas. O segundo, de junho de 2023, mostra uma previsão idêntica de temperaturas, mas com um mapa em tons de amarelo, laranja e vermelho, de acordo com a intensidade da temperatura prevista.

“Vale tudo, quando a narrativa é assustar e dramatizar. Onda de calor no Verão e vaga de frio no Inverno! Cuidado! O mapa de 2023 a vermelho dá o toque final para o drama”, destaca-se na publicação em análise.

Mas será que se trata mesmo de uma prática de alarmismo climático?

O nível desinformativo da comparação de mapas de boletins meteorológicos chegou tão longe que o Observatório Europeu dos Media Digitais (EDMO), a que o Polígrafo pertence, republicou um artigo do jornal de verificação de factos espanhol “Maldita” sobre a “teoria da conspiração da mudança cromática” de mapas que mostram previsões térmicas por todo o mundo.

No caso em análise, que mostra mapas da Alemanha, estão a ser comparados dois mapas de tipo diferente, um topográfico (que não muda de cor) e outro de temperaturas (que muda). Mas trata-se de uma comparação enganosa.

Os mapas topográficos são imagens que mostram o relevo da superfície terrestre. Por vezes, incluem características geográficas, como rios, lagos, etc. Outras vezes, simplesmente mostram cores diferentes (dentro do mesmo tom, geralmente o verde) para representar a altura das diferentes cadeias montanhosas do território.

Assim, e embora estes mapas possam ser mostrados com números no topo para refletir a previsão de temperatura, por regra geral não se adaptam a cores para ilustrar uma temperatura mais baixa ou mais alta. Tal como concluiu o jornal espanhol, “um mapa topográfico ficará verde se apresentar um número acima dele com, por exemplo, uma temperatura de 49 ºC, mas continuará verde se apresentar outro de 5 ºC”.

Por outro lado, os mapas de temperatura, ou mapas térmicos mostram a temperatura que se espera sobre uma determinada área, adaptando as suas cores. É muito comum serem utilizadas cores quentes, como o amarelo, o laranja e o vermelho para representar, gradualmente, a previsão térmica maior ou menor para diferentes regiões.

Assim, é falso que os dois mapas apresentados na publicação em análise sejam a prova de que está a ser introduzido “alarmismo climático” na divulgação de previsões meteorológicas. Estamos perante métodos diferentes de apresentar esta antevisão da temperatura.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque