O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Lula da Silva é ilustrado como um macaco depois de declarações sobre Israel em nova capa do “The New York Times”?

Internacional
O que está em causa?
Nas redes sociais garante-se que o presidente do Brasil foi alvo de uma ilustração racista no "The New York Times", depois de ter comparado a atuação de Israel em Gaza ao Holocausto. Será possível?

“Comparado a um macaco pelo ‘The New York Times'”; “Lula é comparado a um macaco falante pelo ‘The New York Times’, o mais famoso jornal do Mundo. Lula passa vergonha e faz o Brasil passar vergonha”. Estas são duas das dezenas de descrições partilhadas na última semana nas redes sociais e que acompanham uma ilustração de Lula da Silva, representado como um macaco, ao lado de um título do jornal norte-americano.

O conteúdo começou a ser partilhado depois de Lula da Silva ter dito, numa  entrevista à margem da 37ª Cúpula da União Africana, em Adis Abeba, na Etiópia, a 18 de fevereiro de 2024, que o que se passa em Gaza não é uma “guerra” mas sim um “genocídio”: “O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu: quando Hitler resolveu matar os judeus.”

As declarações não foram bem recebidas: o Primeiro-Ministro israelita, Benjamin Netanyahu, escreveu na rede social X que as declarações de Lula eram “sérias e vergonhosas” e que tinham inclusive ultrapassado “uma linha vermelha”. Em resposta a este “tweet“, e em novas publicações, vários utilizadores das redes sociais partilharam uma ilustração de um macaco, pendurado no galho de uma árvore, com uma faixa amarela onde se lê “Lula”, a balbuciar onomatopeias e, no meio, palavras como “Gaza” e “Holocausto”. 

[instagram url=”https://www.instagram.com/p/C3hJC_JIPJg/”/]

No canto superior direito da ilustração está um recorte de uma peça do jornal norte-americano “The News York Times” onde se lê, em inglês: “Presidente do Brasil enfurece Israel após compara guerra em Gaza ao Holocausto.” Apesar disso, a autoria da ilustração de cariz racista não é do jornal, mas sim de um ilustrador independente, como verificou o jornal “Aos Factos“.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque