"À pesca da violência de género? Encontra tudo o que precisa na loja Anzol!" Recorrendo à ironia, assim denunciou ontem uma utilizadora do Facebook, Ana Cristina Cachola, o facto de uma loja de vestuário para pesca estar a vender uma série de t-shirts e coletes com mensagem sexista/misógina e sugestão de violência contra as mulheres nos respetivos desenhos.

Ao longo do dia de ontem espalhou-se pelas redes sociais uma série de imagens da suposta gama de produtos com a mensagem "planos para o fim-de-semana" e um desenho em que um homem agride uma mulher ao pontapé (segundo quadrado) e depois aparece a pescar (terceiro quadrado) como alternativa a ter que ouvir o que a mulher estava a dizer (primeiro quadrado).

"Qual a t-shirt da loja Anzol em que mulher berra com homem, homem agride mulher e homem vai pescar vocês sugerem que eu compre? Tenho sempre dificuldades em escolher a cor que devo usar para exercer a minha misoginia", ironizou um outro utilizador do Facebook, Miguel C. Somsen.

Essas imagens são autênticas? Confirma-se que uma loja de vestuário para pesca vende camisolas e coletes com desenho que sugere violência contra as mulheres?

Sim, mas perante a controvérsia que se gerou nas redes sociais, a loja Anzol optou por retirar os produtos em causa da respetiva página. Vários utilizadores do Facebook que denunciaram a situação alertaram depois para a retirada dos produtos durante a tarde de ontem.

Após ter recebido sucessivos pedidos de verificação, o Polígrafo analisou as imagens em causa através de diversas aplicações e confirmou que são autênticas e estiveram expostas para venda na referida loja online até ao dia de ontem.

.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro