"Jornalismo de esgoto". "Estragaram a encenação ao rapaz". "Esta parvoíce já chegou à BBC". Eis alguns exemplos de comentários em publicações da imagem que surgiu no Twitter a 4 de outubro e está a ser partilhada viralmente nas redes sociais.

"Jeremy Bowen da BBC finge estar na linha da frente, enquanto uma mulher observa, aparentemente confusa", descreve-se no tweet original. Na imagem vê-se um jornalista da BBC deitado no chão, enquanto ao fundo aparece uma senhora a caminhar com o que parece ser uma mala ou um saco de compras, o que contraria a ideia de estar num cenário de guerra (ou pelo menos de guerra ativa naquele momento em que a imagem foi captada).

Terá sido mesmo uma encenação da BBC, com o repórter a fingir que estava na linha da frente da guerra na Ucrânia, tal como se alega nas redes sociais?

Não. A imagem em causa está a ser descontextualizada, reproduzindo assim desinformação.

Através de ferramentas de análise verificamos que a imagem corresponde a um fotograma de uma reportagem da BBC, intitulada como "War in Ukraine: Taking cover in a town under attack", emitida a 6 de março de 2022.

O repórter é Jeremy Bowen da BBC, confirma-se, mas é falso que tenha "fingido" estar na linha da frente da guerra na Ucrânia, ou que se tratasse de uma qualquer encenação.

  • BBC transmitiu imagens de treino militar como se fossem da guerra na Ucrânia?

    Explosões de tanques, combates de proximidade e sob fogo cerrado, lança-granadas em ação, soldados feridos a serem resgatados… As imagens do vídeo parecem ser reais e, de acordo com as partilhas nas redes sociais, foram transmitidas pela BBC como se retratassem a guerra em curso na Ucrânia. Ou será que não?

"Artilharia e ataques aéreos causaram graves danos em Irpin, com pelo menos um ataque de morteiro a matar uma mulher e duas crianças enquanto tentavam fugir. Jeremy Bowen, da 'BBC', passou o dia na cidade, enquanto os moradores tentavam fugir", descreve-se na reportagem jornalística.

No vídeo original, a partir do minuto e meio, é audível o som de disparos e explosões, momento em que o jornalista procura proteção na barricada visível na imagem. A mulher que surge ao fundo da imagem esconde-se, no momento dos disparos, atrás de uma estrutura metálica. Bowen narra o momento em que a zona fica "sob fogo" e descreve a presença de civis que saíram das suas casas para fugir aos ataques.

A plataformas de verificação de factos da "France24" e "CheckYourFact" também analisaram esta imagem e chegaram à mesma conclusão: não há qualquer fingimento ou encenação na reportagem jornalística em causa, tendo a imagem sido apresentada de forma isolada e descontextualizada para enganar e gerar desinformação.

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network