Assim que foi anunciado como novo técnico do Flamengo, Jorge Jesus foi ridicularizado num programa brasileiro de debate sobre futebol. Entre outras coisas, foi dito que o treinador português não teria currículo para liderar uma equipa com a grandiosidade do Flamengo. Jesus não se ficou. Numa entrevista posterior ao site do Flamengo, afirmou:

“Não há um treinador na história de Portugal que tenha vencido tantos títulos como eu, e não são só três, como houve um cara que disse, são 14, e portanto é para isso que eu todos os dias tento evoluir e trabalhar.” (minuto 2:10)

Jorge jesus
O treinador português a falar para o site do Flamengo

Isto foi o que garantiu Jorge Jesus. Agora a realidade dos números:

Na verdade, Jorge Jesus não é o treinador português com mais títulos. Essa “coroa” pertence a José Mourinho: com as suas 25 conquistas, o bi-campeão europeu (venceu a liga dos campeões com Futebol Clube do Porto e Inter de Milão) encabeça uma lista em que Jorge Jesus, com 14, surge apenas em terceiro lugar. Antes dele, além de Mourinho, está Manuel José, com 22 títulos, quase todos no Egipto, onde teve uma carreira triunfal.

Poder-se-ia dizer que Jorge Jesus, quando afirmou que é o treinador português com mais títulos, se referia apenas aos galardões conquistados por treinadores portugueses em território português. Se fosse esse o caso, teria razão, uma vez que quer Mourinho, quer Manuel José, ganharam a esmagadora maioria dos seus títulos fora de Portugal, ao passo que Jesus venceu 13 dos seus 14 dentro de fronteiras.

Há quem esteja convencido de que Jesus tem um 14º título em Portugal, mas isso não corresponde à verdade. Na época de 1990/91, quando treinava o Amora, o campeonato nacional da segunda divisão B estava dividido em três regiões. Jesus venceu a sua, com o Amora. Mas no "triangular final", em que se definiu o campeão nacional - e não o regional - e em que tem como oponentes o Campomaiorense e o Felgueiras, o Amora quedou-se pela terceira posição.

Porém, há uma declaração que trai Jorge Jesus: quando, em entrevista ao site do Flamengo, afirma que tem 14 títulos, o treinador está necessariamente a incluir a sua vitória na supertaça da Arábia Saudita, onde na última época treinou o al-Hilal – ou seja, o seu critério não se confina aos títulos conquistados em Portugal.

Os títulos de Jesus:

  • 1 Taça de Portugal
  • 2 Supertaças
  • 3 ligas portuguesas
  • 6 taças da Liga
  • 1 taça Intertoto
  • 1 Supertaça da Arábia Saudita

Há quem esteja convencido de que Jesus tem um 15º título, mas isso não corresponde à verdade. Na época de 1990/91, quando treinava o Amora, o campeonato nacional da segunda divisão B estava dividido em três regiões. Jesus venceu a sua, com o Amora. Mas no "triangular final", em que disputou o título nacional - e não o regional - com o Campomaiorense e o Felgueiras, o Amora quedou-se pela terceira posição.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro