"Jerónimo Sousa vai ser operado. Oxalá corra tudo bem. Não deixo é de constatar, que sendo ele um indefectível defensor do SNS, vai ser operado na CUF - grupo de Saúde Melo, um grupo privado. Será operado pelo Prof Manuel Antunes, um dos reconhecidos GURUS da cardiologia", destaca-se numa publicação no Facebook, datada de 12 de janeiro.

No dia 11 de janeiro, um utilizador questionava: "Espera… Pára tudo!!!! Então o Sr. Jerónimo de Sousa vai ser operado…na CUF?? Então o nosso extraordinário SNS não serve?".

Mas esta informação é completamente falsa. Trata-se de um boato lançado no Facebook, propagado nos últimos dois dias.

O líder do PCP foi internado, ontem, no Hospital Egas Moniz, em Lisboa, para uma cirurgia, que se realizou no dia de hoje, 13 de janeiro, para desbloquear a carótida interna esquerda, a artéria que leva o sangue ao cérebro. Vários órgãos de comunicação social noticiaram isso mesmo, tal como pode consultar aqui, aqui e aqui.

"No seguimento de exames médicos e de uma avaliação clínica multidisciplinar foi apurada a necessidade de Jerónimo de Sousa ser submetido a uma intervenção cirúrgica urgente da estenose carotídea (à carótida interna esquerda), que não pode ser adiada para depois das eleições. Está assim programado o internamento para amanhã, dia 12 de janeiro, e prevê-se que o secretário-geral retome no final da próxima semana a sua intervenção política, nomeadamente na campanha eleitoral em curso para a Assembleia da República", informa-se no comunicado publicado pelo PCP, no dia 11 de janeiro.

Contactada pelo Polígrafo, fonte oficial do PCP confirmou esta manhã que o Secretário Geral do partido "está internado e a ser operado no Hospital Egas Moniz". Não restam portanto dúvidas de que a informação a circular nas redes sociais é falsa.

Entretanto, o PCP já anunciou que “o ato cirúrgico decorreu com êxito, tendo sido concretizados os objetivos cirúrgicos”. Jerónimo de Sousa “já despertou da anestesia e iniciou o processo de vigilância clínica pós-operatória, como previsto para cirurgias desta natureza”, prossegue o comunicado.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network