A 31 de agosto de 2020, poucos dias antes do início da "Festa do Avante!", o líder e deputado único do Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, apresentou no Parlamento um Projeto de Resolução e um Requerimento para que fosse divulgado na íntegra o parecer da Direção-Geral da Saúde (DGS) referente à organização daquele evento de cariz político-partidário.

No Requerimento, dirigido à DGS, exigia-se então o "envio, com carácter de urgência, do teor integral do parecer técnico da DGS, relativo à Festa do Avante!", sublinhando que "apesar da pandemia em que nos encontramos, o Partido Comunista Português decidiu manter a realização" do evento anual na Quinta da Atalaia, Seixal.

No texto do documento apontava-se para a desigualdade de tratamento e defendia-se a importância das regras da DGS: "Dada a natureza excecional deste evento, dada a quantidade de pessoas que irá atender ao mesmo e não percebendo os cidadãos o motivo de a lei ter dois pesos e duas medidas, colocando assim em causa os sacrifícios que já fizeram nos últimos meses, exige-se no mínimo transparência sobre as condições em que o evento se irá realizar".

Menos de um ano depois, a propósito do arraial de Santo António que decidiu promover, o Iniciativa Liberal já não deu a mesma importância ao parecer da DGS. Nesse documento, a que a Agência Lusa teve acesso, o Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo, António Carlos da Silva, mostrou-se "desfavorável relativamente a todas as atividades que extravasem o referido comício político", defendendo que "atendendo ao princípio de precaução em saúde pública, e pela situação epidemiológica atual na cidade de Lisboa, a mesma não deverá ocorrer e ser adiada".

Apesar do parecer desfavorável da autoridade máxima de saúde pública à realização do evento, o IL não desistiu da ideia e, já no evento, João Cotrim Figueiredo respondeu desta forma aos críticos: "Ele [Santo António] era um ótimo retórico. Ficou conhecido como o martelo dos hereges. A Iniciativa Liberal é o martelo dos inimigos da liberdade. Vou distribuir marteladas: Cada vez que quiserem impor ao povo mais dependência do Estado: Pimba! Lutaremos até devolver o poder às pessoas".

Assim, é verdade que o Iniciativa Liberal exigiu conhecer o parecer da DGS para a "Festa do Avante!", mas decidiu não seguir o parecer da mesma autoridade relativamente ao arraial que organizou este fim-de-semana.

__________________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network