O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Imigrantes desempregados amontoaram-se no Parque das Nações para entregar currículo?

Sociedade
O que está em causa?
No Instagram e X/Twitter estão a ser difundidas imagens que mostram centenas de pessoas, alegadamente imigrantes, à espera numa fila para "entregar currículo". Os vídeos são autênticos, mas foram gravados num contexto específico de um evento em Lisboa promovido pela "Bolsa de Empregabilidade", uma iniciativa do Fórum Turismo.

Desde 8 de março que está a circular no Instagram um vídeo que mostra centenas de pessoas aglomeradas no Parque das Nações, em Lisboa. Numa legenda sobreposta às imagens destaca-se que vieram entregar currículo “para trabalhar em Portugal” e que estas pessoas “estão desempregadas”.

Na mesma mensagem aponta-se ainda uma data: “1 de março de 2024”. Noutro vídeo, publicado no X/Twitter a 5 de março, indica-se que terá sido na “Bolsa de Empregabilidade em Lisboa para estudantes” e que aquelas foram as pessoas que apareceram, referindo-se a imigrantes.

Com base nesse pressuposto, o tweet lança também um alerta: “Já se deram conta do caminho que estamos a tomar, ou vão continuar a não querer perceber?”

Confirma-se que os vídeos são autênticos, mas carecem do devido contexto.

De facto, juntaram-se centenas de pessoas no Parque das Nações, mais concretamente junto à MEO Arena, no dia 1 de março, para participarem na feira de emprego da “Bolsa de Empregabilidade”, promovida pelo Fórum Turismo.

O evento foi dividido em dois horários, o primeiro das 10h às 13h para as escolas, e o segundo das 13h às 17h para o público geral.

Contactado pelo Polígrafo, o Fórum Turismo admite que houvesse imigrantes à espera de uma oportunidade, mas explica que para entrar no evento era necessário “um registo com um código QR e algumas dessas pessoas não o tinham“.

“Atingimos a utilização máxima do espaço, de maneira que algumas dessas pessoas não conseguiam entrar. É simples. Algumas não conseguiram entrar no evento porque atingimos a capacidade máxima da sala, outras não conseguiram porque não tinham a inscrição feita”, explicou ao Polígrafo o organizador do evento, considerando que isso pode ter contribuído para um maior amontoado de pessoas naquele local.

O Fórum Turismo sublinha ainda que “cabe à organização o seu direito de fazer a gestão do espaço e do limite a atingir dentro do evento” e informa que durante esse dia registou-se a participação de “três mil candidatos” no evento.

_______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes