Há publicações em línguas castelhana e inglesa, sempre com a mesma imagem do que se diz ser um laboratório da Pfizer em chamas, na cidade de Madrid, Espanha. Sem qualquer ligação para um artigo jornalístico sobre o incêndio. Apenas a imagem e uma legenda ou comentário.

Ainda assim tornou-se viral nas redes sociais, partilhada por milhares de pessoas. Movimentos negacionistas da pandemia de Covid-19 e anti-vacinas exploram o sucedido para alimentar dúvidas e receios, indicando que se tratou de um laboratório onde são produzidas as vacinas da empresa farmacêutica norte-americana.

Mas será que a imagem é autêntica?

Na realidade, o incêndio retratado na imagem não deflagrou em qualquer laboratório da Pfizer, mas sim numa unidade de compostagem localizada em San Sebastián de los Reyes, município da Comunidade de Madrid, a cerca de 18 quilómetro de distância da capital.

O jornal espanhol "El País", no dia 2 de setembro de 2021, noticiou que o incêndio que deflagrara na noite anterior poderia ainda prolongar-se durante mais dois dias até ser extinto.

Em declarações ao referido jornal, o chefe supervisor dos Bombeiros da Comunidade de Madrid, Fernando Rodríguez, informou que o fogo terá sido provocado pela queda de um raio sobre uma grande pilha de galhos e restos de vegetação.

Existe uma instalação da Pfizer em San Sebastián de los Reyes, mas não no local onde ocorreu o incêndio. Terá sido essa a origem do equívoco que degenerou numa fake news (em forma de imagem e legenda/comentário) espalhada pelas redes sociais.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network