O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Imagem que mostra interior de avião comercial do século XX com cadeiras de verga é real?

Sociedade
O que está em causa?
Tornou-se viral no Facebook a imagem do interior de uma aeronave que está a deixar vários utilizadores céticos. A fotografia mostra duas filas de cadeiras de verga ao longo da suposta cabine e indica-se que foi captada em 1936, dentro de um avião comercial pertencente a uma companhia britânica. É real?

“Avião começou em 1990. Isso aí é um trem”, destaca-se num dos mais de 1.300 comentários numa publicação de 7 de agosto no Facebook. É divulgada a imagem, segundo se lê na descrição, do “interior de um avião comercial da British Imperial Airways”. Informa-se ainda que a fotografia foi captada em 1936, ou seja, ainda no século XX.

Mas será que as cabines de aviões tinham mesmo este aspeto na década de 30? Ou trata-se de uma imagem falsa como sugerem alguns comentários no Facebook?

Através da pesquisa online da imagem referida é possível encontrar fotografias idênticas que mostram o interior de vários aviões comerciais antigos. A plataforma de fact-checking norte-americana “Snopes” identificou a origem desta imagem em específico. Pertence aos arquivos da British Airways, numa versão a preto e branco, mais focada, mas com os mesmos elementos: cadeiras de verga e janelas que se assemelham às de um comboio, bem como as mesmas redes para bagagem em cima dos assentos e cortinas.

No entanto, de acordo com a secção do arquivo em que a imagem está inserida, terá sido captada entre 1920 e 1929, ou seja, poucos anos da data que lhe está a ser atribuída nas redes sociais. Como nota a “Snopes”, no entanto, é possível que esta cabine estivesse a ser utilizada em 1936 e daí a referência não ser despropositada.

A revista “Travel+Leisure“, num artigo sobre a evolução dos assentos de avião, aponta as cadeiras de verga presas ao chão como o início “humilde” destas estruturas. Indica-se que no final dos anos 20, essas cadeiras passaram a ser forradas com couro e acolchoadas para serem mais confortáveis e higienizadas. “O couro era muito popular porque permitia que limpassem os assentos facilmente por causa de toda a fuligem dos aeroportos e pistas empoeiradas onde a aeronave pousaria”, garantiu PJ Wilcynski, um membro da equipa de desenvolvimento da Boeing que pesquisou a arquitetura histórica da cabine de aviões.

As cadeiras de vime eram uma escolha popular nos primeiros aviões comerciais, principalmente por serem muito leves. No final da década de 1930 , os assentos tubulares de alumínio popularizaram-se, com cintos de segurança de couro grosso, estofos mais grossos e capas de veludo.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque