"O Orçamento do Estado prevê um aumento nas receitas por coimas. Aqui fica uma imagem da 'legalidade' da obtenção das mesmas", comenta-se numa das publicações em causa, com centenas de partilhas no Facebook.

radar

Esta e outras publicações com a mesma imagem foram denunciadas como sendo fake news. Confirma-se?

Questionada pelo Polígrafo, a Guarda Nacional Republicana (GNR) confirma que a imagem do radar de controlo de velocidade é autêntica. Trata-se de um radar da GNR instalado em Tortosendo, freguesia do concelho da Covilhã, "local objeto de várias denúncias de cidadãos pelas velocidades excessivas praticadas naquela via".

De acordo com a mesma fonte, registaram-se 60 acidentes de viação nesta localidade em 2019, dos quais resultaram dois feridos graves e 17 feridos ligeiros. Já este ano, até novembro ocorreram 41 sinistros, dos quais resultaram 11 feridos, dois deles em estado grave.

A colocação e operação destes equipamentos, sublinha a GNR, "é uma responsabilidade das Forças de Segurança, não estando obrigadas à exposição ou anúncio da localização dos mesmos". Além disso, "obedece a requisitos técnicos", sendo o funcionamento garantido em permanência por um militar, normalmente no interior de uma viatura à qual o radar se encontra conectado por cabo ou via wireless.

"O registo da velocidade instantânea é feito através de equipamentos homologados e metrologicamente verificados, constituindo esse registo o meio de prova da prática de uma contra-ordenação", assegura a GNR.

De resto, informa que vai continuar "a planear e a executar operações de controlo de velocidade, sempre com o objetivo de reduzir a sinistralidade rodoviária e as suas graves consequências",  as quais podem ser “evitadas através da adoção de velocidades adequadas e respeitando os limites legais em vigor".

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network