Uma fotografia de Cristina Ferreira nos estúdios do "Você na TV", o programa da manhã da TVI que apresentou ao lado de Manuel Luís Goucha, abre o caminho a um rol de mentiras sobre a forma como a apresentadora perdeu peso depois da gravidez. Ao longo da suposta entrevista, a apresentadora fala ainda de um processo judicial de que foi alvo, por ter revelado o segredo de emagrecimento.

"Tudo começou há alguns meses, quando num dos programas de TV eu contei como consegui perder peso tão rapidamente após o nascimento da criança, e que eu nunca visitei ginásios e nutricionistas, e eu recomendo que não entre em contacto com eles, porque há um método mais natural mais simples e barato para eliminar os excessos de quilos", pode ler-se logo no início do texto. O verdadeiro intuito do texto surge mais abaixo quando é introduzido o "produto milagroso" que foi recomendado por "uma amiga".

Ao longo do texto Cristina revela que  terá sido alvo de um processo judicial avançado pela Aliança Nacional de Nutricionistas. Além de terem processado a apresentadora, elementos dessa organização também a teriam perseguido e ameaçado: “Começaram a ligar para o meu trabalho. A escrever nas redes sociais. De alguma forma souberam o meu número pessoal e começaram a ligar com ameaças."

No entanto, é tudo mentira. O Polígrafo contactou a Ordem dos Nutricionistas que não só negou ter conhecimento de qualquer processo avançado contra Cristina Ferreira, como garante que a Aliança Nacional de Nutricionistas simplesmente "não existe".

Cristina Ferreira
Uma das alegadas utilizadoras do produto "milagroso" mostra os resultados. Trata-se, porém, de uma imagem fraudulenta

Outro sinal que indica que o site é falso consiste no logótipo utilizado supostamente para credibilizar a entrevista: a marca Cosmopolitan – uma revista conceituada e dedicada ao público feminino, focando os seus artigos em lifestyle e bem-estar. Enquanto o grafismo da página oficial da Cosmopolitan apresenta o logótipo com letras cor-de-rosa sobre branco, no site falso a coloração das letras surge invertida, ou seja, letras brancas sobre um fundo rosa.

O problema desta falsa entrevista não passa apenas pela utilização da imagem e do nome da apresentadora portuguesa. O link, partilhado nas redes sociais com o título "Juiz decreta prisão de Cristina Ferreira" - algo que é mentira, não está relacionado com o conteúdo e é sensacionalista -, redireciona o leitor para diferentes sites. Muitos dos quais fraudulentos, com o objetivo de roubar dados pessoais ou bancários.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua