O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Iluminações de Natal no Chiado têm promoção à consola de jogos “PlayStation 5” da Sony?

Sociedade
O que está em causa?
"Sente mais com a PS5". Estão a ser exibidas nas redes sociais imagens das iluminações de Natal que enfeitam as ruas do Chiado, na Baixa de Lisboa, com destaque para promoções de uma marca de consola de jogos. As imagens são autênticas?

“O que dizer sobre isto? Passo pelo Chiado para ir a um teatro e atravesso o colorido das luzes natalícias. Em grande destaque dou por esta mensagem tão ao espírito da época. Não pretendo fazer publicidade a consolas de jogos. Devo confessar que dei por mim a ser como todas as pessoas a demorar algum tempo a olha para cima, a tentar perceber o que significava esta mensagem, porque não estava a fazer sentido. Ainda não faz muito. O que dizer?”, destaca-se numa publicação.

Mas confirma-se a existência desta promoção a uma marca na iluminação de Natal em pleno Chiado, Lisboa?

Sim. A Baixa de Lisboa está este ano pintada em tons de azul com iluminação que é da responsabilidade da “PlayStation Portugal”. Esta foi anunciada no início do mês pela própria marca que indicou que as “luzes azuis” foram colocadas no dia 1 de dezembro “desde a Praça Luís de Camões, passando pelo Largo do Chiado e ao longo de toda a Rua Garrett” e ali se manterão até dia 10 de janeiro.

No dia 9 de dezembro, a marca voltou a fazer alusão às “luzes de Natal PlayStation” numa publicação no Facebook em que partilhou fotografias das mesmas. Nestas lêem-se as palavras “Amor”, “Coragem” e “Alegria” iluminadas a azul e os símbolos dos comandos das consolas de jogos.

Segundo informou o jornal “Record“, a iniciativa “dá continuidade a uma campanha lançada recentemente pela PlayStation a nível global” com o objetivo de levar os jogadores “a conhecerem o poder emocional de jogar na PlayStation5″.

O Polígrafo contactou a Câmara Municipal de Lisboa a este propósito, mas até à publicação do artigo não obteve qualquer resposta.

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque