“A história do coronavírus falhou! Mudança de planos: que tal criar uma guerra racial? Este é mais um ataque de falsa bandeira efetuado pela Cabala Escura. O vídeo do assassinato prova que eles eram apenas atores e fizeram um papel muito mal representado. Quando a ambulância chega, em vez de tratarem a vítima, não o trataram imediatamente no chão. Em vez disso, carregaram-no diretamente para a maca sem verificarem nada; empurraram-no para dentro da ambulância e foram-se embora. Isto não é procedimento minimamente correto”, indica-se no texto da publicação em causa.

“Objectivo: esta situação está a causar tumultos e manifestações, portanto nada melhor que declarar o ‘racismo’ como uma emergência de saúde pública como a Covid-19. A pergunta que se coloca: os jornalistas, ninguém analisa os factos como deve ser? Os investigadores não conseguem verificar o óbvio? Claro que não: a comunicação social pertence quase totalmente à Cabala Escura”, conclui-se.

É verdade que o homicídio de George Floyd nos EUA foi “uma encenação” orquestrada com a polícia e os media, recorrendo a “atores” que “fizeram um papel muito mal representado”?

A NBC News montou uma reconstituição ao minuto de imagens em vídeo da detenção de George Floyd em Minneapolis, EUA, no dia 25 de maio de 2020. Essa operação policial resultaria na morte do cidadão afro-americano de 46 anos de idade, depois de o agente da polícia Derek Chauvin se ter ajoelhado sobre o pescoço do detido, imobilizado no chão, durante alguns minutos.

No vídeo da NBC News não encontramos qualquer indício de que se trate de uma encenação, pelo contrário. O jornal "The Washington Post" montou outra reconstituição em vídeo e também não contém qualquer elemento que possa de algum modo sustentar a denúncia de que se tratou de uma encenação com atores.

O suposto “vídeo original” difundido através da publicação sob análise mostra praticamente as mesmas imagens, sem acrescentar nada de novo ou relevante. Não comprova qualquer tipo de encenação ou conspiração. Quanto muito parece revelar que os paramédicos da ambulância não socorreram imediatamente George Floyd, apressando-se a retirá-lo do local na maca, talvez por causa do aglomerado de pessoas que se começava a formar em torno do local, com protestos verbais contra os agentes da polícia. Tudo o resto é efabulação ou especulação sem base factual.

__________________________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações “Falso” ou “Maioritariamente Falso” nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network