Ao longo da manhã de ontem, 18 de dezembro, circularam nas redes sociais imagens de um suposto anúncio na plataforma OLX de venda de destroços do helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) que se despenhou no sábado, perto de Valongo, provocando quatro vítimas mortais.

“Vendo várias peças do helicóptero do INEM que caiu em Valongo. Bocados da hélice, vidro, logótipo do INEM, etc.”, destaca o anúncio, indicando um preço “negociável” de 115 euros.
Ao início da tarde, vários meios de comunicação social noticiaram que peças do helicóptero acidentado do INEM estariam à venda na OLX, difundindo as mesmas imagens que circulavam nas redes sociais.
É verdade que ocorreram furtos de peças do helicóptero no local do acidente, de acordo com testemunhos recolhidos pelo “Público” e outros jornais. Aliás, o próprio INEM já admitiu que identificou alguns dos autores desses furtos e pondera apresentar queixa judicial.
No entanto, as imagens do anúncio na OLX são falsas. Às 18h30m, o “Jornal de Notícias” informou que “fonte do OLX garantiu que as imagens que circularam nas redes sociais são falsas. ‘A imagem foi editada. A nossa plataforma não permite selecionar a marca e o modelo, tal como aparece nessas imagens’, explicou a mesma fonte”.

Não há registo do suposto anúncio na OLX, as imagens parecem ter sido editadas ou adulteradas e a plataforma garante que é falso. Apesar de ter sido noticiado por vários meios de comunicação social, trata-se de informação falsa.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network