Num post de 22 de agosto no Facebook, Paulo Morais, antigo candidato à Presidência da República e atual dirigente da associação Frente Cívica, difunde a seguinte mensagem: "17.130 euros é o salário de Mário Centeno, do governador do Banco de Portugal. Mário Centeno ganha assim 24 vezes mais do que o salário mínimo. Os restantes administradores do Banco de Portugal ganham 'apenas' 15 mil. Qualquer um deles ganha mais do que o presidente da Reserva Federal norte-americana. Obsceno! Revoltante!"

De facto, no dia 3 de fevereiro de 2022, o jornal "Expresso" publicou uma notícia com o seguinte título em destaque: "Salário de Centeno sobe aos 17 mil euros com aumento de 0,9% (graças a decisão tomada em 2000)".

"O salário do governador do Banco de Portugal foi aumentado em 2022, refletindo a evolução das remunerações na Função Pública. Com o aumento de 0,9% decretado pelo Governo, o vencimento de Mário Centeno é, em 2022, de 17.130,40 euros mensais brutos (portanto, ainda sujeito a impostos), segundo a tabela atualizada no site da autoridade bancária. Não houve nenhuma comissão de vencimentos a validar o novo salário este ano, mantendo uma forma de atualização definida em 2000 e que não é revista anualmente", informou o referido jornal.

"Em 2021 e em 2020, a remuneração mensal bruta do governador esteve estagnada nos 16.977,60. Este ano regista a tal subida, sendo que, em nota de rodapé, o Banco de Portugal explica que o valor 'resulta da aplicação da atualização salarial de 0,9%, conforme previsto no Decreto Lei n.º 109-A/2021, de 7 de dezembro', que atualiza as remunerações da Administração Pública", lê-se no mesmo artigo.

Mesmo quando estava a auferir um salário de 16.977,60 euros, nos dois anos transactos, o governador do Banco de Portugal (BdP) ainda assim ganhava mais do que o presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos da América (EUA), tal como o Polígrafo verificou em artigo de junho de 2021.

Nesse ano, o presidente do Sistema de Reserva Federal (Fed), o banco central dos EUA, Jerome H. Powell, de acordo com a informação disponível, auferia um salário anual de 203.500 dólares norte-americanos. À taxa de câmbio da altura correspondia a cerca de 170.553 euros.

Quanto ao governador do BdP, cargo exercido por Mário Centeno (ex-ministro das Finanças) desde julho de 2020, tinha então um salário mensal de 16.926,82 euros.

Multiplicando esse valor por 14 meses, incluindo os subsídios de Férias e de Natal vigentes em Portugal, totalizava 236.975,48 euros de remuneração anual para o governador do BdP. Ou seja, mais 66.422,48 euros do que o presidente da Reserva Federal dos EUA.

______________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network