O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Fotografia mostra líder do PP espanhol a usar camisola com símbolo da organização terrorista ETA?

Política
O que está em causa?
As últimas sondagens antes das eleições espanholas do próximo domingo, 23 de julho, são quase unânimes na atribuição da vitória ao Partido Popular, encabeçado por Alberto Núñez Feijóo. Já pelas redes sociais circula uma imagem deste candidato a Presidente do Governo de Espanha a envergar uma camisola com um símbolo que remete para a ETA - uma organização terrorista basca. Será a fotografia verdadeira?

As últimas sondagens das eleições legislativas antecipadas espanholas confirmam, com uma única exceção em dezenas de estudos, a vitória do Partido Popular (PP) e colocam à beira da maioria absoluta o conjunto da direita e da extrema-direita. A informação foi divulgada esta segunda-feira, 17 de julho, no último dia em que podiam ser publicadas sondagens sobre o ato eleitoral que vai decorrer a 23 de julho, já que a lei espanhola proíbe a divulgação de sondagens nos cinco dias anteriores às eleições.

Alberto Núñez Feijóo é o candidato à presidência do Governo de Espanha pelo PP e nas redes sociais tem sido o protagonista de vários posts. Numa publicação de 10 de julho, é exibida uma gotografia de Feijóo junto à praia, a envergar uma camisola na qual se lê: “A minha banda favorita.” A ilustração na t’shirt simboliza a Euskadi Ta Askatasuna (ETA), uma organização nacionalista basca que evoluiu para a violência armada e terrorismo.

Na legenda do post lê-se o seguinte: “Não quero nem pensar se esta camisola fosse usada por Pedro Sánchez.” Mas é mesmo verdade que o candidato do PP espanhol tenha usado esta peça de vestuário alusiva à organização terrorista?

Não. Trata-se de uma imagem manipulada. É, portanto, uma montagem criada a partir de uma fotografia autêntica, publicada em agosto de 2022, na qual Feijóo é fotografado à beira mar a usar uma camisola branca, simples, sem qualquer inscrição.

A imagem foi captada a propósito de uma entrevista ao “El Faro de Vigo“, em que são descritas as férias de verão do político. Assim, não restam dúvidas de que o símbolo da ETA foi adicionado digitalmente à fotografia real. Aliás, tal como verificou a “Maldita“, a camisola em branco tem sido o pano de fundo para a criação de outras manipulações nas redes sociais.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque