"Photo of the year [fotografia do ano], Arrábida, Setúbal, Portugal. É bom que saibam que esta foto, que já correu o mundo, foi tirada em Portugal", indica-se na publicação em causa, partilhada por centenas de pessoas no Facebook.

Esta publicação foi denunciada como sendo falsa ou enganadora. A fotografia terá mesmo sido captada em Portugal?

Não. A imagem foi recolhida a partir de um documentário intitulado como "Dolphins [Golfinhos]", produzido pela MacGillivray Freeman Films em associação com a National Wildlife Federation, no ano de 2000.

O filme está registado na base de dados IMDB e no respetivo trailer verifica-se que foi recortado um frame, posteriormente difundido nas redes sociais sem os devidos créditos. A curta-metragem foi filmada entre as Bahamas e a Patagónia, sem qualquer passagem por Portugal.

Trailer
Por outro lado, consultando a lista de vencedores dos prémios World Press Photo of The Year, o mais reputado concurso de fotojornalismo ao nível mundial, não encontramos registo de nenhuma fotografia vencedora que tenha sido captada por um português ou sequer em Portugal.
Houve, porém, um terceiro lugar atribuído a um português no ano de 2019. Mário Cruz recebeu a distinção na categoria de Ambiente com uma fotografia intitulada como "Living Among What's Left Behind".
Em suma, confirma-se que a publicação sob análise difunde várias falsidades, embora a imagem seja autêntica.

______________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network