O primeiro jornal português
de Fact-Checking

“Sou gay e estou feliz com isso.” O ator brasileiro Fábio Júnior saiu do armário?

Sociedade
Este artigo tem mais de um ano
O que está em causa?
O galã de novelas decidiu, finalmente, assumir a sua verdadeira orientação sexual depois de uma vida marcada por notícias que continuamente o apresentavam como um conquistador implacável? Ou estamos perante mais uma das muitas conspirações em que as redes sociais são pródigas?

Fábio Júnior é um famoso ator e cantor, tendo ficado conhecido em Portugal sobretudo através da novela “Roque Santeiro”, onde desempenhava o papel de um galã charmoso – um personagem que lhe viria a marcar a carreira e a determinar os papéis que enquanto ator lhe foram sendo atribuídos.

Também na sua vida privada Fábio Júnior tem um historial de conquistas, tendo construído uma reputação de playboy heterossexual aparentemente incontestável – isto até há poucos dias, uma vez que no Natal o artista foi alvo de um rumor colocado a circular na internet, segundo o qual teria assumido a sua alegada homossexualidade.

Fábio Junior

 

Escusado será dizer que a “notícia” chocou os fãs do galã, na sua maioria do sexo feminino. Na “notícia” do site React2424, que se tornou viral, é possível ler o seguinte texto:

“O cantor de 65 anos e pai de 5 filhos, Fábio Jr, assumiu nessa segunda-feira (25) seu desejo e atração por homens, mesmo estando casado desde 2016. O cantor usou sua rede social para fazer a declaração: ‘Hoje é dia de sair do armário e assumir: sou gay, e estou feliz com isso’, disse o cantor através do Twitter. Sua esposa, Fernanda Pascucci, não se pronunciou até o fechamento da matéria.”

O site brasileiro de fact-checking boatos.org verificou a informação e concluiu, para grande alívio da legião de seguidores de Fábio Júnior, que a  notícia é falsa. Nas redes sociais do ator e cantor percebe-se que não há nenhuma publicação sobre o caso na data que o rumor sugere.

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes