O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Este vídeo mostra “o Presidente eleito de Portugal” a fazer “dança da picanha” para gozar com Lula da Silva?

Política
O que está em causa?
Com origem no TikTok e protagonizado por André Ventura, líder e deputado do Chega, vídeo está a ser partilhado viralmente no Brasil como se retratasse "o Presidente eleito de Portugal" a fazer uma dança interpretada como estando a zombar de Lula da Silva, atual Presidente do Brasil.

Presidente eleito de Portugal tira sarro da petezada fazendo a dancinha da picanha”, destaca-se sobre as imagens do clip de vídeo que está a ser difundido viralmente nas redes sociais do Brasil desde as eleições legislativas de 10 de março em Portugal. Na realidade, o vídeo é protagonizado por André Ventura, líder e deputado do Chega, não por Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República.

Mas o equívoco propagou-se velozmente, através de milhares de partilhas do vídeo.

Com a agravante de a dança ser interpretada como uma forma de ridicularizar o atual Presidente do Brasil, Lula da Silva, e respetivos apoiantes. “Até no estrangeiro a petezada [referência aos militantes do Partido dos Trabalhadores, de Lula da Silva] é zoada [troça]”, comenta-se num post de 12 de março no Facebook com o vídeo em causa.

Também detetamos exemplos noutras redes sociais como o Instagram, X/Twitter e TikTok.

A ideia de zombaria dirigida a Lula da Silva resulta da letra da música que se ouve no vídeo, nomeadamente a seguinte passagem: “Foi com um papo de picanha que o Lula te enganou, se lascou. Você acreditou na mentira e a picanha nem chegou, se lascou.”

“A composição ironiza as falas do presidente Lula da Silva durante a sua campanha presidencial. Mas, diferentemente do que as publicações apontam, o homem no vídeo não foi eleito Presidente de Portugal”, alertou entretanto a AFP Checamos, plataforma brasileira de verificação de factos.

Numa entrevista durante a campanha eleitoral em 2022, o então candidato à Presidência do Brasil, Lula da Silva, prometeu que “o povo vai voltar a comer picanha outra vez“, em referência à pobreza e fome no país.

O vídeo nem sequer é atual. A versão original (sem a legenda com indicação de que se trata do “Presidente eleito de Portugal”, adicionada nesta vaga de partilhas no Brasil) foi publicada no dia 18 de abril de 2023 na conta oficial de Ventura no TikTok.

“Presidente Lula, não se deixe enganar! Não será recebido em festa em Portugal”, escreveu na altura o líder do Chega, na referida publicação.

Estava em causa a participação do Presidente do Brasil, Lula da Silva, nas comemorações da Revolução de 25 de abril na Assembleia da República. O Chega opôs-se ao convite a Lula da Silva para discursar na sessão solene.

Mais, Ventura garantiu que o Chega iria “mesmo organizar a maior manifestação de sempre contra um dignitário estrangeiro em Portugal”, mobilizando “portugueses e brasileiros, todos os que se quiserem juntar, para mostrar que o centro-direita e a direita portuguesa não são o PSD”.

Recorde-se que Lula da Silva acabou mesmo por discursar na Assembleia da República, a 25 de abril de 2023. Enquanto o Presidente do Brasil falava, os deputados do Chega levantaram-se e ergueram cartazes com mensagens anti-Lula (“Chega de corrupção” e “lugar de ladrão é na prisão”, além de bandeiras da Ucrânia).

Chega de insultos, chega de envergonhar as instituições, chega de envergonhar o nome de Portugal”, vociferou então o Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, num momento de interrupção do discurso de Lula da Silva.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes