O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Este vídeo mostra “invasão” de “imigrantes africanos” junto ao estreito de Gibraltar?

Sociedade
O que está em causa?
Está a ser difundido nas redes sociais um vídeo que supostamente retrata uma "invasão" de migrantes provenientes de Marrocos que se preparam "para entrar clandestinamente em Espanha". As imagens são reais e correspondem à descrição?

“Invasão ou apocalipse? Algures no Norte de Marrocos, preparando-se para entrar clandestinamente em Espanha. O estreito de Gibraltar é ali tão pertinho… Na estrada, entre montanhas, não se vê uma criança, nem uma mulher. Somente jovens que, seguramente, não fogem da guerra ou da repressão. Isto não é normal. Europa, acorda, antes que seja tarde demais”, descreve-se numa publicação feita no LinkedIn, datada de 4 de junho.

A publicação partilha um vídeo de dois minutos que mostra vários grupos de migrantes. Supostamente tentam chegar à Europa vindos do Norte de Marrocos através de Ceuta. Nos comentários, o autor da publicação indica que as imagens lhe foram enviadas por “uma pessoa de confiança” que garantiu que o “vídeo tinha sido filmado na região de Tetuão-Al Hoceima-Tânger, em frente ao estreito de Gibraltar, por conseguinte no Norte de Marrocos, e que se tratava de imigrantes africanos“.

Importa salientar que múltiplas publicações nas redes sociais partilham o mesmo vídeo e alegam que esta é a prova de uma “invasão” de imigrantes em Ceuta, sublinhando que milhares conseguem chegar à Europa por esta via.

Mas será que a descrição das imagens corresponde à realidade?

O vídeo é real, mas carece de contexto. Através de pesquisa reversa verifica-se que não há registo desta imagens antes de 17 de novembro de 2023. E, embora não seja possível determinar a origem exata do vídeo, confirma-se que no dia 17 de novembro, data em que começaram a surgir estas imagens, houve uma tentativa de se cruzar a fronteira.

De acordo com vários meios de comunicação social, como a agência EFE ou o jornal “El Faro de Ceuta“, cerca de mil migrantes subsaarianos tentaram chegar a Ceuta, a partir de três pontos distintos, numa das tentativas de entrada de maior relevo desde 2021 (quando entraram no enclave espanhol oito mil migrantes).

O “El Faro de Ceuta” relatou que durante essa noite houve vários alertas, mas a tentativa de entrada ocorreu em plena luz do dia por volta das 8h00. Apenas cinco horas depois, com um destacamento policial de Espanha e Marrocos, a situação foi considerada controlada.

Destas mil pessoas, apenas 300 conseguiram chegar à cerca de separação de Ceuta, mas nenhum conseguiu atravessar para o outro lado. Os restantes 700 migrantes foram contidos por polícias marroquinos, segundo a EFE.

Em suma, é certo que as imagens demonstram várias centenas de migrantes a dirigirem-se para a fronteira entre Marrocos e Espanha, mas nenhum conseguiu atravessar e este foi um evento incomum – a maior tentativa de travessia dos últimos anos.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque