"Infelizmente acontece, acabei de ser 'roubada', recebi a mensagem da EDP e como estou confinada pedi para me pagarem a 'luz' no Multibanco. Não duvidei, achei que eram acertos, visto que em julho não estive em casa e o valor era um pouco alto. Agora, ao tirar um movimento de conta percebi que é fraude. Vou enviar para a Deco e apresentar queixa. Esta gentinha tem que ser detida. Prisão e é pouco", descreve-se numa das publicações em causa de 22 de agosto, com imagens da mensagem e do recibo de pagamento de um valor de 146,80 euros.

"Alerta de burla em nome da EDP. Recebemos esta mensagem do número acima identificado. Tenham cuidado para não serem enganados por fraude. Liguem imediatamente à EDP a reportar a fraude, tal como nós fizemos, se vos acontecer o mesmo", indica-se noutra denuncia, de 13 de agosto, também com uma imagem da mensagem que apresenta uma versão ligeiramente diferente.

O Polígrafo contactou a EDP que, através de fonte oficial, garantiu que "a SMS em causa não foi enviada pela EDP Comercial, sendo uma tentativa de fraude que nos é alheia e que repudiamos. Esta é uma prática, aliás, que tem afetado várias empresas e setores da economia nacional".

Na resposta, a EDP salienta que "nas interações com clientes, não são utilizados quaisquer dados pessoais detidos pela EDP Comercial. A empresa suspeita que os contactos utilizados para chegar às pessoas sejam gerados de forma aleatória e/ou sequencial".

Quanto às referências Multibanco indicadas nas mensagens, também não têm qualquer relação com a empresa fornecedora de eletricidade. As entidades financeiras utilizadas pela EDP Comercial nas suas referências Multibanco são as seguintes: 12223, 20174, 21196, 23013, 21523, 10565, 21262, 20404", informa a mesma fonte. Pelo que se trata de um esquema fraudulento no sentido de levar clientes da EDP a transferirem dinheiro para outra(s) pessoa(s).

De resto, a EDP remete as faturas de pagamento a partir do endereço faturaedp@edp.pt e os avisos de dívida/corte são enviados através do endereço  no-reply.fatura@edp.pt. Em caso de necessidade de enviar uma mensagem SMS, estas têm como remetente "EDPC" e não EDP.

Se suspeitar da validade de uma comunicação, "o cliente deverá contactar a linha de atendimento (808 53 53 53) ou outro canal da EDP Comercial".

"Este tema é uma prioridade para a EDP Comercial, que tem desenvolvido um conjunto de iniciativas para endereçar estes crimes e para alertar os clientes, que podem ser lesados por práticas que são totalmente alheias à EDP Comercial", informação que disponibiliza na secção de "Apoio ao Cliente" na sua página oficial.

__________________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network