"Quando for abastecer lembre-se que em cada 100 euros, dá 60 euros da sua carteirinha para o bolso do abutre. São as nossas escolhas e o preço que temos a pagar por elas", lê-se em publicação que está a circular nas redes sociais.

Os valores indicados estão corretos?

Na altura de abastecer o depósito há dois tipos de impostos que são aplicados: o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e o Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP). O primeiro é calculado a partir do valor base do produto, correspondendo a uma taxa de 23%. Já o segundo é um valor fixo e está nos 0,67 euros por litro no caso da gasolina e nos 0,51 euros por litro no caso do gasóleo

Segundo cálculos da Deloitte enviados ao Polígrafo, considera-se como preço de referência da gasolina 1,54 euros por litro, o que corresponde a 0,64 euros de valor base, 0,33 euros de IVA e 0,67 euros de ISP. Contas feitas, 61% do valor da gasolina por litro corresponde a impostos

Já no caso do gasóleo, utilizando um preço de referência de 1,46 euros por litro, o produto tem como valor base 0,68 euros, ao que acresce 0,27 euros em IVA e 0,51 euros em ISP. Isto quer dizer que por cada litro de gasóleo pago, 53% do valor corresponde a impostos

Afonso Machado Arnaldo, fiscalista da Deloitte, salienta que "com referência à União Europeia, Portugal tem a sétima taxa de IVA mais alta e o quinto ISP mais alto no gasóleo e o sexto ISP mais alto na gasolina".

No fundo da tabela estão a Bulgária, a Roménia e a Hungria, países onde o ISP por litro da gasolina é de 0,36 euros e o do gasóleo é de 0,33 euros. No extremo oposto estão os Países Baixos, onde se paga 0,80 euros de ISP por litro de gasolina, e a Itália, onde se paga 0,62 euros de ISP por litro de gasóleo.

Além disso, por causa do facto de o ISP ser um valor fixo por litro e não uma taxa percentual, o fiscalista sublinha que "o peso relativo dos impostos em cada litro de combustível é tanto maior quando menor for o preço em bomba". 

Assim, segundo os valores de referência à data em que esta verificação foi feita, confirma-se que por cada 100 euros de combustível abastecido, em média, 57 euros vão para os cofres do estado. Em específico, são 61 euros no caso da gasolina e 53 euros no caso do gasóleo.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “verdadeiro” ou “maioritariamente verdadeiro” nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network