O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Esta imagem mostra a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial, só com pessoas brancas?

Sociedade
O que está em causa?
Esta foto partilhada no X já mostrou, de facto, os membros da CICDR, mas surge descontextualizada na rede social. Tem mais de oito anos e a história desta Comissão agora é outra.

Na rede social X, uma imagem da alegada Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) está a ser partilhada como crítica à origem caucasiana de todos os integrantes. “Mas os brancos estão com problemas? É que só pode ser sobre nós”, considera o autor do “tweet”, que na verdade não tem em contra que a fotografia, além de ter mais de oito anos, inclui o ex-ministro da Administração Interna e a então secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade.

A fotografia, feita a 21 de março de 2016, reuniu os recém-nomeados conselheiros da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial. Entre eles estavam, por exemplo, Pedro Calado, presidente da Comissão, Mónica Sofia do Amaral Pinto Ferro, representante da Assembleia da República, e José Falcão, do Movimento SOS Racismo.

A organização foi, em janeiro deste ano, criada enquanto entidade administrativa independente, dotada de poderes de autoridade e dispondo de orçamento anual próprio, pela lei n.º 3/2024. Nesse sentido, a Comissão transitou do Alto Comissariado para as Migrações para a Assembleia da República, mas o que é certo é que está inativa há meio ano.

Segundo confirmou a assessoria da AR ao jornal “Público“, em maio, não foi sequer designado um presidente ou representantes dos grupos parlamentares desde então. Quanto às queixas, não se sabe para onde estão a seguir. Em suma, a imagem partilhada no X está descontextualizada: mostra uma foto real, mas antiga, e que inclui outros membros que não pertenciam à CICDR.

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque