O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Esta fotografia retrata a primeira-dama da Ucrânia em combate na guerra contra a Rússia?

Ucrânia
Este artigo tem mais de um ano
O que está em causa?
Tem sido partilhada nas redes sociais ao longo das últimas semanas, com descrições em vários idiomas, uma imagem que supostamente retrata a primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, de uniforme militar e espingarda nas mãos, pronta a enfrentar os inimigos russos na guerra em curso. Verdadeira ou falsa?

“Caso vocês não saibam quem é, informo que esta é a primeira-dama da Ucrânia e hoje ela declarou que não vai abandonar o seu país e ficará ao lado do marido. Deu-me muita inveja da Ucrânia, imagine-se em que nível estou”, descreve-se numa das publicações da imagem (tradução livre a partir do original em língua castelhana), mais especificamente um tweet de 27 de fevereiro.

Serve apenas como exemplo, por entre muitos outros (em vários idiomas) que apontam no mesmo sentido: a fotografia em causa retratada a primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, de uniforme militar e espingarda nas mãos, pronta a enfrentar os inimigos russos na guerra em curso.

Será mesmo a mulher do atual Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky?

Não encontramos qualquer notícia sobre a suposta participação de Olena Zelenska em operações militares na guerra contra a Rússia. Por outro lado, observando fotografias mais ou menos recentes da primeira-dama ucraniana, não parece corresponder à mulher de uniforme militar.

Através de ferramentas de pesquisa reversa de imagens, tais como a aplicação “TinEye“, encontramos a origem no arquivo da agência britânica Alamy. Trata-se de uma fotogafia captada por Volodymyr Zakharov, no dia 22 de agosto de 2021, em Kiev, capital da Ucrânia. Ou seja, desde logo não é atual, durante a presente invasão por forças militares da Rússia.

De acordo com a respetiva descrição, regista o ensaio de uma parada militar em preparação para o 30.º aniversário do Dia da Independência da Ucrânia, comemorado a 24 de agosto. “Mulher soldado ucraniana, sorridente, de uniforme militar, na rua Khreshchatyk, em Kiev”, acrescenta-se.

Outras plataformas de fact-checking como a “Maldita.es”, sediada em Espanha, chegaram à mesma conclusão. A fotografia que está a ser partilhada nas redes sociais não retrata a primeira-dama da Ucrânia em combate na guerra contra a Rússia. Na realidade é outra mulher, uma soldado ucraniana, além de ter sido captada em agosto de 2021, cerca de meio ano antes do início da invasão por forças militares russas.

_____________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque