"Deveria ser preso por apologia ao comunismo e ser demitido da seleção. Tite, treinador da seleção brasileira, no túmulo do Fidel Castro, ditador comunista. Ganha 1.000.000 por mês e vem com essa conversa de comunismo. Toma vergonha nessa cara (...) traidor da pátria", descreve-se numa das mais recentes publicações da fotografia em causa.

Já tinha surgido nas redes sociais há cerca de um ano, mas em dia de jogo da seleção de futebol do Brasil no Mundial do Qatar voltou a ser partilhada viralmente. Supostamente mostra o selecionador brasileiro Tite a prestar homenagem ao antigo Presidente da República de Cuba, Fidel Castro, no respetivo túmulo instalado no Cemitério de Santa Ifigénia, em Santiago de Cuba.

"Tite, um esquerdista chorando no túmulo do assassino Fidel Castro, que matou e escravizou a sua população. Um vigarista que não merece o respeito do povo brasileiro, acorda povo", acusa-se noutro exemplo de publicação.

A imagem é autêntica?

Sim, mas não retrata Tite, treinador da seleção nacional de futebol do Brasil.

  • Cristiano Ronaldo financiou Unidade de Cuidados Intensivos no Hospital de Santa Maria?

    É uma publicação que já tinha circulado nas redes sociais durante a pandemia de Covid-19, mas voltou a tornar-se viral nos últimos dias, como que embalada pelas sucessivas polémicas que têm envolvido o mais mediático jogador de futebol português. É verdade que, fora dos relvados, Ronaldo "ajudou" a adquirir uma nova Unidade de Cuidados Intensivos para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa?

Na realidade, o homem que aparece na imagem é Miguel Díaz-Canel, atual Presidente da República de Cuba, que visitou o Cemitério de Santa Ifigénia, em Santiago de Cuba, no dia 29 de outubro de 2021, prestando homenagem junto ao túmulo de Fidel Castro.

Precisamente esta imagem, aliás, foi difundida na página oficial de Díaz-Canel no Twitter, a 30 de outubro de 2021.

"A alegação circula entre notícias de que Tite não visitará o Presidente Jair Bolsonaro caso a seleção conquiste o hexacampeonato no Qatar em 2022, com receio de que a sua imagem seja utilizada para fins políticos durante as eleições de outubro nas quais Bolsonaro buscará a reeleição. O técnico da seleção é considerado 'de esquerda' por apoiantes do Presidente", realçou a AFP Checamos, em artigo de verificação de factos sobre esta imagem que está (novamente) a ser explorada como meio de desinformação.

_______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network